Ferrari diz que lançará carro totalmente elétrico só depois de 2025


Presidente-executivo da empresa, Louis Camilleri, disse que tecnologia de baterias ainda precisa de mais desenvolvimento. LaFerrari foi o primeiro modelo híbrido da empresa
Pieter E. Kamp/RM Sotheby’s
A Ferrari lançará seu primeiro veículo totalmente elétrico depois de 2025, com a tecnologia de baterias ainda exigindo mais desenvolvimento, disse o presidente-executivo da empresa, Louis Camilleri.
A Ferrari havia dito anteriormente que um veículo totalmente elétrico seria lançado após o atual plano industrial terminar em 2022. Analistas disseram que não esperam isso antes de 2023.
Camilleri disse que a Ferrari “certamente” estudava um Grand Tourer (GT) totalmente elétrico, mas que continuaria produzindo veículos híbridos no futuro próximo.
Em meados de 2019, a empresa revelou o híbrido SF90 Stradade, que faz de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos, e pode chegar a 340 km/h.
Ferrari SF90 Stradale, marca ainda não tem elétricos em seu portfólio
Divulgação/Ferrari
“Meu senso é que os elétricos serão lançados depois de 2025. A tecnologia das baterias ainda não está onde deveria estar”, disse ele a repórteres em comentários embargados, feitos durante um almoço na quarta-feira no Centro Stile, na fábrica da Ferrari em Maranello.
“Ainda existem questões significativas em termos de autonomia, em termos de velocidade de recarga. Então, eventualmente, teremos um. Mas é após 2025. Não no curto prazo”, acrescentou.
G1 avalia o primeiro Porsche elétrico
Primeiro elétrico da Porsche é um sedã de 4 portas que acelera como uma Ferrari; G1 andou
Harley sem ronco? Como anda a elétrica LiveWire
Harley-Davidson LiveWire elétrica: G1 avalia o modelo