Fernanda Takai volta a transitar pela canção popular ao reviver hit de Paulo Sérgio há 50 anos


A regravação de ‘Não creio em mais nada’ está no quarto álbum solo de estúdio da cantora, ‘Será que você vai acreditar?’, programado para julho. ♪ Morto há 40 anos, o cantor e compositor capixaba Paulo Sérgio (1944 – 1980) deixou discografia cultuada por legiões de seguidores que prezam a memória deste artista associado ao cancioneiro rotulado como cafona pelas elites culturais do universo pop brasileiro.
Alheios a esses rótulos, esses fãs fiéis sabem que, em 1970, Paulo Sérgio deu voz a uma canção desesperançada de autoria de compositor identificado somente como Totó. A canção Não creio em mais nada foi apresentada como a terceira das 12 faixas do quarto álbum do cantor, Paulo Sérgio volume 4.
Revivida pela cantora Letrux no roteiro do show Letrux em noite de climão (2017 / 2019), Não creio em mais nada ganha registro fonográfico de Fernanda Takai 50 anos após a gravação original de Paulo Sérgio no LP de 1970.
Revelada na sexta-feira, 19 de junho, a regravação de Não creio em mais nada por Takai é o terceiro single do quarto álbum solo de estúdio da vocalista do grupo Pato Fu, Será que você vai acreditar?, produzido por John Ulhoa e programado para ser lançado em julho pela gravadora Deck.
Capa do single ‘Não creio em mais nada’, de Fernanda Takai
Divulgação
Os dois singles anteriores do álbum, Terra plana (John Ulhoa) e Não esqueça (Nico Nicolaiewsky), soaram (bem) mais sedutores e surpreendentes do que a abordagem de Não creio em mais nada por Takai.
Ainda assim, a regravação de Não creio em mais nada reitera a habilidade de Fernanda Takai para incursionar por cancioneiro de cepa mais popular com certo frescor, sem inventar moda para descaracterizar as melodias, mas tampouco com subserviência à estética original desse repertório.
Cabe lembrar que, em discos anteriores, próprios ou alheios, a cantora já deu voz a músicas como Mon amour, meu bem, ma femme (Cleide, 1972), Você já me esqueceu (Fred Jorge, 1972), Como dizia o mestre (Benito Di Paula, 1975) e Fui eu (José Augusto, 1988).
Já pronto, o álbum Será que você vai acreditar? foi gravado por Fernanda Takai no estúdio mantido pela cantora com o marido John Ulhoa na casa em que os artistas vivem em Belo Horizonte (MG).