‘Falcão e o Soldado Invernal’: Anthony Mackie e Sebastian Stan falam sobre heróis e futuro na Marvel


Em entrevista ao G1, atores comparam série com ‘Wandavision’ e explicam seus personagens, que deixam o papel de coadjuvantes do Capitão América para assumirem protagonismo. Anthony Mackie e Sebastian Stan falam sobre ‘Falcão e o Soldado Invernal’
Depois de anos sob a sombra de um certo Capitão América, dois dos principais parceiros do herói finalmente ganham seu lugar nos holofotes. Em “Falcão e o Soldado Invernal”, Anthony Mackie e Sebastian Stan assumem os papéis de protagonistas em uma trama de ação e espionagem sem a guarda de seu antigo mentor/amigo. Assista ao vídeo acima.
‘Falcão e o Soldado Invernal’ foi feito como ‘um filme de seis horas’, diz diretora
A segunda série da Marvel na plataforma de vídeos Disney+ estreia o segundo de seus seis episódios nesta sexta-feira (26).
Para Mackie, ator que interpreta o herói alado, o capítulo deve aprofundar as histórias de Sam/Falcão e Bucky/Soldado Invernal – enquanto se distancia ainda mais da magia apresentada na antecessora, “Wandavision”.
“Mesmo se você viu só o primeiro episódio, ele é baseado na realidade. São pessoas reais, com problemas reais. Então você deve esperar mais disso. Grandes histórias e ação maravilhosa. E, com sorte, Sebastian e eu receberemos outro contrato para mais 10 anos”, diz o americano em entrevista ao G1.
“‘Wandavision’ foi um ótimo ponto de partida para a relação entre a Marvel e o Disney+, simplesmente porque era tão dinâmico e tão diferente de tudo o que a Marvel tinha produzido. Deu ao público uma noção de qual seria o vocabulário dali em diante”, conta Mackie.
“Acho que o que fizemos está mais na linha da franquia do Capitão América.”
Anthony Mackie e Sebastian Stan em cena de ‘Falcão e o Soldado Invernal’
Divulgação
Eu não sou Capitão, não
Mackie se juntou ao famoso Universo Cinematográfico da Marvel em 2014, na sequência “Capitão América 2: O Soldado Invernal”, como uma espécie de ajudante do protagonista.
Desde então, foram cinco participações nas adaptações dos quadrinhos como Sam Wilson, veterano de guerra que utiliza asas para combater vilões.
No final do último filme no qual apareceu, “Vingadores: Ultimato” (2019), ele recebeu o escudo de um Capitão América envelhecido e cansado em uma espécie de passagem de bastão.
Como nas HQs o Falcão já assumiu a identidade do herói patriota, grande parte do público esperava que Sam vestisse o uniforme – uma expectativa frustrada pelo começo da série, que mostra o antigo soldado doando o escudo para um museu.
“A ideia de ser o Capitão América — para o Sam, não é algo pelo qual ele entrou nessa vida. Você tem de lembrar. Quando tudo isso aconteceu para ele, ele estava dando uma corridinha”, diz o ator de 42 anos sobre a primeira aparição do personagem.
“Em nenhum momento, ele se inscreveu pro trabalho do Capitão América, ou era algo que ele queria. Ele estava animado para lutar contra gente ruim com alguém que ele admirava como o maior lutador. Nunca foi uma questão de ele querer ser o Capitão.”
Anthony Mackie em cena de ‘Falcão e o Soldado Invernal’
Divulgação
Soldado no divã
Stan tem uma história um pouco mais longa na franquia. O romeno-americano de 38 anos estreou em “Capitão América: O primeiro vingador” (2011) ainda como o galante Bucky Barnes, que protegia um franzino e idealista Steve Rogers antes de ir à Segunda Guerra.
Infelizmente, ele seguiu o caminho de sua inspiração nos quadrinhos e três anos depois voltou como o assassino controlado pelos vilões por décadas na sequência.
De lá pra cá, encontrou a redenção com as autoridades e lutou ao lados dos Vingadores, mas ainda enfrenta seus próprios demônios – por mais que alguns questionem os traumas do rapaz.
“Bem, acho que nenhum dos assassinatos que ele meio que realizou nos últimos 30 anos tem nada a ver com seus problemas, de qualquer forma. Ou sofrer lavagem cerebral e ser usado como uma arma certamente não é um problema, certo? Quero dizer, é só algo que você supera assim”, ironiza o ator.
Sebastian Stan em cena de ‘Falcão e o Soldado Invernal’
Divulgação
De acordo com Stan, “Falcão e o Soldado Invernal” é uma oportunidade de retratar um outro lado do personagem.
“Nós nunca tivemos essa possibilidade de poder explorar, e ele de assumir, esse tipo de culpa e suas ações”, afirma.
“Ele meio que recebeu perdão legalmente, de certa forma, e então foi recebido bem em Wakanda e coisa e tal. E teve outra guerra para ele se apresentar, mas ele nunca teve o tempo apropriado para realmente aceitar suas ações. E essa é uma jornada muito mais difícil.”
Anthony Mackie e Sebastian Stan em cena de ‘Falcão e o Soldado Invernal’
Divulgação