Facebook lança a carteira digital ‘novi’


Senado dos Estados Unidos diz que a empresa não é confiável para gerenciar criptomoedas. Facebook lança a carteira digital ‘novi’
Richard Drew/AP
O Facebook lançou, nesta terça-feira (19), a sua carteira digital “novi”. O “pequeno piloto”, como descreveu o chefe de pagamentos da empresa, David Marcus, acontece nos Estados Unidos e na Guatemala.
Apesar do lançamento da carteira, a empresa ainda não está colocando no mercado a sua criptomoeda “diem”. Ambos os produtos sofreram mudanças de nomes no ano passado após críticas no mercado financeiro. A princípio, a moeda digital iria se chamar “libra” e a carteira, “calibra”.
Na época, reguladores e bancos centrais levantaram preocupações de que seu lançamento poderia afetar a estabilidade financeira, corroer o controle sobre a política monetária e ameaçar a privacidade.
O cenário não mudou, após Marcus fazer a divulgação em suas redes sociais, um grupo de legisladores dos EUA disse que não se pode confiar no Facebook para gerenciar criptomoedas e pediu que a plataforma interrompesse imediatamente o piloto.
Leia mais:
‘Facebook põe lucros antes das pessoas’ e mais frases do depoimento de ex-gerente da rede social
Facebook no Brasil é condenado a pagar R$ 44 mil para irmãos vítimas do ‘golpe do perfil falso no Whatsapp’
Piloto
De acordo com Marcus, o objetivo ao colocar a carteira em prática primeiro nos EUA e na Guatemala é permitir o envio de dinheiro entre familiares através das fronteiras e ajudar pessoas que “têm sido deixadas de fora do sistema financeiro atual”.
Initial plugin text
Sem a diem, a carteira contará com a pax dollar (USDP), uma moeda considerada estável e que Marcus diz ter “operado com sucesso por mais de três anos e tem importantes atributos regulatórios e de proteção ao consumidor”. Além disso, o Facebook fechou uma parceria com a Coinbase para este primeiro momento.
O chefe de pagamentos da empresa afirmou que isto não significa que não irá lançar a diem, mas que aguarda que ela seja regularizada para depois entrar na carteira.
De acordo com Marcus, este piloto servirá para testar as funções principais dos recursos operacionais de atendimento ao cliente e conformidades.
Rejeição
Os senadores democratas dos EUA Brian Schatz, Sherrod Brown, Richard Blumenthal, Elizabeth Warren e Tina Smith expressaram sua oposição ao esforço de dois anos do Facebook para lançar uma criptomoeda e carteira digital, informou a Reuters.
“O Facebook está mais uma vez buscando planos de moeda digital em um cronograma agressivo e já lançou um piloto para uma rede de infraestrutura de pagamentos, embora esses planos sejam incompatíveis com o cenário regulatório financeiro real”, escreveram os senadores em uma carta ao presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg.
Senadora norte-americana pede que Mark Zuckerberg retenha documentos relacionados a depoimento de ex-gerente
“Não se pode confiar no Facebook para gerenciar um sistema de pagamento ou moeda digital quando sua capacidade existente de gerenciar riscos e manter os consumidores seguros se mostrou totalmente insuficiente”, escreveram os senadores.
Um porta-voz da novi disse: “Estamos ansiosos para responder à carta do comitê”.