Ex-modelo Linda Evangelista diz que procedimento estético a deixou ‘deformada’


Linda fez procedimento há cinco anos e teve efeito colateral que deixou seu rosto ‘irreconhecível’. Como consequência, ela perdeu trabalhos e ficou isolada e deprimida. Linda Evangelista, em foto de setembro de 2014
Giuseppe Cacace/AFP/Arquivo
A ex-supermodelo Linda Evangelista disse que foi permanentemente desfigurada por um procedimento estético de redução de gordura que deu errado e a deixou “irreconhecível”.
Evangelista, de 56 anos, contou que passou pelo procedimento “CoolSculpting” há cinco anos e sofreu um raro efeito colateral que faz com que suas células de gordura aumentem em vez de diminuir.
Ícone da moda dos anos 90, que dominou as passarelas ao lado de Cindy Crawford e Naomi Campbell, a canadense Evangelista disse em postagem em seu Instagram que não foi avisada sobre os riscos do procedimento e entrará com um processo.
Ela garantiu que sua aparência atual – produto de uma condição chamada hiperplasia adiposa paradoxal – explica sua ausência dos holofotes nos últimos anos.
“Para meus seguidores que se perguntam por que não tenho trabalhado enquanto as carreiras de minhas colegas prosperam, o motivo é que fui brutalmente desfigurada pelo procedimento CoolSculpting de Zeltiq, que fez o oposto do que prometia”, escreveu Evangelista.
“Minhas células de gordura aumentaram, não diminuíram, e fiquei permanentemente deformada mesmo depois de passar por duas cirurgias corretivas dolorosas e mal sucedidas. Tenho estado, como a mídia descreve, ‘irreconhecível'”, acrescentou.
O procedimento cosmético de modelagem deve congelar e matar as células dos depósitos de gordura para que o corpo possa eliminá-las.
Evangelista disse que o fracasso do procedimento a levou a se isolar e a ficar deprimida, enquanto seu meio de trabalho desapareceu.
“Estou avançando para me libertar de minha vergonha e divulgar minha história a público”, escreveu Evangelista. “Estou tão cansada de viver assim. Gostaria de sair pela porta com a cabeça erguida, embora não me pareça mais comigo mesma.”
LEIA MAIS: Linda Evangelista apoia mulheres que acusam seu ex-marido, Gérald Marie, de abuso sexual e estupro