EUA: pacote suspeito faz prédios do Facebook serem evacuados

Funcionários aguardaram do lado de fora da sede

Funcionários aguardaram do lado de fora da sede

John G. Mabanglo / EPA / EFE / 1.7.2019

Quatro prédios da sede principal do Facebook na Califórnia, no oeste dos Estados Unidos, foram evacuados nesta segunda-feira (1º) após seguranças terem detectado um pacote suspeito que poderia conter gás sarin, um composto que atua como agente nervoso e é considerado uma arma química.

Em comunicado, o chefe do Corpo de Bombeiros de Menlo Park, Harold Schapelhouman, disse que o protocolo de emergência foi acionado por volta das 12h (horário local, 17h em Brasília) após uma máquina usada em um setor de triagem da empresa ter alertado que o pacote poderia conter gás sarin.

Leia também: Tiroteio na sede do YouTube deixa feridos nos EUA; suspeita morre

A sede principal do Facebook foi parcialmente evacuada por alguns minutos, mas agora apenas um dos prédios continua vazio enquanto as autoridades locais tentam identificar a substância.

Dois funcionários do Facebook passaram por exames para detectar a presença de elementos químicos estranhos, mas nenhuma anomalia foi encontrada. Eles trabalham em um setor de triagem que verifica todos os pacotes enviados à sede da empresa na Califórnia.

Como parte do protocolo de segurança ativado em situações como essa, homens do FBI e da Guarda Nacional foram até o local.

O sarin é uma substância artificial incolor e inodora, que pode estar em forma líquida ou gasosa. Declarada ilegal na Convenção Internacional sobre Armas Químicas de 1993, ela foi usada em ataques terroristas no Japão durante a década de 1990.

Segundo o Centro para o Controle e a Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), o sarin provoca sintomas quase imediatos se inalado. Entre eles estão cansaço, irritação nasal e ocular, tosse, suor excessiva, respiração acelerada, sensação de fraqueza física, dor de cabeça, diarreia, vontade de vomitar, entre outros.

Com o passar do tempo, o sarin impede o funcionamento normal de uma enzima que atua na regulação de glândulas e músculos, o que faz com que eles estejam permanentemente estimulados. Isso pode chegar a atrapalhar a respiração, com efeitos mortais.