‘Estrela-Guia’ chega ao Globoplay com Sandy e astrologia


Novela de Ana Maria Moretzsohn falou sobre fanatismo e paranormalidade; relembre a trama e veja curiosidades e fotos. Guilherme Fontes e Sandy em ‘Estrela-Guia’
Marcela Haddad/Globo
“Estrela-Guia” estreou no começo dos anos 2000 misturando a comunidade hippie dos anos 1980 e o mundo dos negócios do novo século. A novela, protagonizada pela cantora Sandy, chega ao Globoplay nesta segunda (6). Para ajudar a entrar no clima, o G1 publica curiosidades sobre a novela, com dados do Memória Globo.
Escrita por Ana Maria Moretzsohn, a novela acompanhou o choque de realidades por meio do amor do workaholic Tony (Guilherme Fontes) e a adolescente Cristal (Sandy). Trama falou sobre fanatismo, radicalismo e paranormalidade.
Estrela-Guia: Cristal e Tony, os opostos
Na primeira fase, no início dos anos 1980, o estagiário da bolsa de valores Paulo Roberto (Marcos Winter) abandona o Rio de Janeiro e viaja para os Estados Unidos. Lá conhece Catherine (Maitê Proença) em uma comunidade alternativa da Califórnia. De volta ao Brasil, eles fundam a comunidade Arco da Aliança, no interior de Goiás.
Após a morte dos pais, a adolescente vai morar com o padrinho Tony no Rio de Janeiro. Os dois se apaixonam, mas precisam enfrentar a namorada dele (Carolina Ferraz), a mãe do rapaz (Rosamaria Murtinho), o aproveitador Carlos Charles (Rodrigo Santoro) e o mimado Bernardo (Thiago Fragoso).
A personagem também cantava e precisava lutar contra a exploração do dono de sua gravadora (Gabriel Braga Nunes).
Estrela-Guia: Arco da Aliança
A comunidade Arco da Aliança concentrava a crítica ao fanatismo e radicalismo. A personagem Su-Sukham (Mônica Torres) é taróloga e a mais radical do grupo. É também onde está a vilã da história, Daphne Aroeira (Lilia Cabral).
O cantor Junior atuou na novela, interpretando um menino de origem pobre que deixa o Nordeste para sustentar a família.
Marcos Winter e Maitê Proença em ‘Estrela Guia’
Cristiana Isidoro/ Globo
Veja curiosidades e bastidores da trama
Gravada em meio à natureza, a presença de animais selvagens era comum nas gravações. Na comunidade Arco da Aliança, não faltaram araras, tucanos, saguis, bichos-preguiças e canários da terra, em contraste com as cobras, gaviões, onças e urubus-reis da fazenda de Daphne (Lilia Cabral). Mais de 150 borboletas aparecem nas cenas em que Cristal medita, dança e canta mantras.
Os hábitos da comunidade Frater Unidade, em Pirenópolis, foram base para a equipe de produção de arte na ambientação dos cenários. Os produtores pesquisaram o artesanato e a culinária da comunidade, assim como seu ritmo de trabalho, a divisão de tarefas e a prática da meditação, para reproduzir tudo na trama.
O astrólogo e professor de meditação Pedro Tornaghi atuou como consultor da equipe, dando orientações sobre a posição correta de objetos e a disposição de flores, tecidos, cores e símbolos.
Workshops sobre astrologia, antropologia, mantras e sociedade alternativa fizeram parte da fase de preparação do elenco de Estrela-Guia. Mônica Torres e Fernanda Rodrigues receberam noções de fabricação de joias e aprenderam a jogar tarô.
A autora Ana Maria Moretzsohn criou a personagem Cristal especialmente para Sandy. A atriz teve uma dublê na trama, a jovem Luciana Maria Guerra Vieira.
Sandy aprendeu os mantras com o musicoterapeuta Tomaz Lima, cantor e compositor conhecido pelo nome artístico de Homem de Bem.
As tradicionais Cavalhadas, manifestação folclórica de 1826, foram reproduzidas na cidade goiana especialmente para a trama, em fevereiro de 2001.
Na Festa do Divino feita a cidade, o Rei dos Mouros foi interpretado por Rodrigo Santoro. O ator teve de aprender as coreografias da batalha, em que os cavaleiros mouros vestem vermelho, e os cristãos se apresentam de azul, com 12 integrantes de cada lado. A encenação contou com mais de 120 cavalos.
Fernanda Rodrigues e Sandy em ‘Estrela Guia’
Cristiana Isidoro/Globo
Sandy, Sergio Marone e Fernanda Rodrigues em ‘Estrela-Guia’
Marcela Haddad/Globo
Guilherme Fontes, Sandy, Nelson Xavier e Thiago Fragoso em ‘Estrela-Guia’
Marcela Haddad/Globo
Rodrigo Santoro em ‘Estrela-Guia’
Marcela Haddad/Globo
Lilia Cabral era a vilã de ‘Estrela-Guia’
Cristiana Isidoro/Globo
Junior interpretava um malabarista em ‘Estrela-Guia’
Cristiana Isidoro/Globo
Fernanda Rodrigues e Monica Torres em ‘Estrela-Guia’
Cristiana Isidoro/Globo