Estreias sofrem nas bilheterias dos EUA em fim de semana de Super Bowl


‘The Rhythm Section’ e ‘Maria e João – O Conto das Bruxas’ ficaram atrás de ‘Bad Boys Para Sempre’ em dias de baixa procura aos cinemas. Will Smith e Martin Lawrence voltam à ação em ‘Bad Boys Para Sempre’
Divulgação/Sony
As estreias “The Rhythm Section” e “Maria e João – O Conto das Bruxas” ficaram atrás de “Bad Boys Para Sempre” nas bilheterias norte-americanas, em um fim de semana de baixa procura devido ao Super Bowl, a final do campeonato de Futebol Americano nos EUA.
  A partida geralmente desacelera a procura pelo cinema e neste ano não foi diferente, com as vendas de ingressos atingindo apenas US$ 85 milhões (R$ 363 milhões), a segunda pior dos últimos 15 anos, de acordo com a Comscore.
“Bad Boys Para Sempre”, da Sony, continuou folgado na frente nas bilheterias, coletando US$ 17,6 milhões (R$ 75,18) no fim de semana. A terceira produção da franquia de Will Smith e Martin Lawrence tem mantido um inesperado sucesso e já arrecadou US$ 148 milhões (R$ 632 milhões).
Já a produção da Paramount “The Rhythm Section”, estrelando Blake Lively, foi engolida pela competição, arrecadando apenas US$ 2,8 milhões (R$ 11,9 milhões). As críticas não foram boas para o filme sobre uma mulher que investiga um acidente de avião que matou sua família. A atração ficou apenas com 30% na pontuação do site Rotten Tomatoes, e a audiência deu um C+ no CinemaScore. A estreia foi adiada duas vezes, pois Lively machucou a mão nas filmagens. A produção foi de Michael G. Wilson e Barbara Broccoli, conhecidos pelos filmes de James Bond.
Assista ao trailer de ‘Bad Boys Para Sempre’
Já “Maria e João – O Conto das Bruxas” também teve um início sofrível, mas não tão ruim. Arrecadou US$ 6 milhões (R$ 25,6 milhões) em cerca de 3 mil cinemas. Como a Orion Pictures só gastou US$ 5 milhões (R$ 21,3 milhões) na produção, ainda tem um caminho aberto para lucrar com o filme.
“1917”, da Universal, obteve US$ 9,6 milhões (R$ 41 milhões), para um total doméstico de US$ 119 milhões (R$ 508 milhões). Favorita para vencer o Oscar de Melhor Filme, a produção foi muito bem no exterior, onde o drama da Primeira Guerra Mundial arrecadou US$ 129 milhões (R$ 551 milhões), chegando a um total de US$ 249 milhões R$ 1,06 bilhão).
    A Universal também abocanhou o terceiro lugar, com “Dollitle”, com Robert Downey Jr. O filme arrecadou US$ 7,7 milhões (R$ 32,8 milhões) no terceiro fim de semana de exibição, fazendo o total doméstico alcançar US$ 55 milhões (R$ 234,9 milhões). No exterior, foram US$ 71 milhões (R$ 303 milhões), mas o filme ainda pode perder bastante dinheiro, pois custou US$ 180 milhões (R$ 768,8 milhões).