Estreia dos filmes sobre Suzane Von Richtofen é adiada por causa do coronavírus


Produção afirma que filme entrará em cartaz ainda este ano, mas não definiu data. Lançamento estava previsto para 2 de abril. Carla Diaz em filme sobre a história de Suzane von Richthofen
Divulgação
A estreia dos filmes “A menina que matou os pais” e “O menino que matou meus pais” foi adiada nesta quinta-feira (12), por causa da pandemia de coronavírus.
Os longas vão contar a história história de Suzane von Richthofen, que planejou o assassinato dos pais em outubro de 2002, com pontos de vista diferentes. A estreia estava marcada para o dia 2 de abril.
Como será o filme sobre Suzane?
Veja como atriz Carla Diaz foi escolhida para viver Suzane
Veja trailer de filmes sobre Suzane von Richthofen
“A saúde e o bem-estar do público são prioritários para a Galeria Distribuidora e a Santa Rita Filmes. Por esta razão, o lançamento dos filmes A MENINA QUE MATOU OS PAIS e O MENINO QUE MATOU MEUS PAIS, sobre o caso Von Richthofen, será adiado pela pandemia de Coronavírus (Covid-19), decretada pela Organização Mundial da Saúde”, afirma o comunicado.
Por que os filmes sobre o caso Suzane Von Richtofen se tornaram alvos de polêmica nas redes
“As empresas estão acompanhando o cenário e, até o momento, mantêm a estreia dos longas em 2020, ainda sem data definida. A Galeria Distribuidora e a Santa Rita Filmes lamentam por qualquer desconforto”, finaliza.