Esposa de Bashar Al Assad afirma que venceu câncer de mama

Asma al Assad, esposa do presidente da Síria, venceu câncer de mama

Asma al Assad, esposa do presidente da Síria, venceu câncer de mama
REUTERS/Omar Sanadiki/File Photo

Asma al Assad, esposa do presidente da Síria, Bashar al Assad, afirmou neste domingo (4) que superou “completamente” o câncer de mama que diagnosticou há um ano.

“Minha viagem acaba com toda sua dor, fadiga, seus aspectos negativos e até mesmo positivos; graças a Deus, acabou (…) Venci o câncer completamente”, declarou Asma em entrevista à emissora de televisão síria divulgada nesta segunda-feira (5) pela agência estatal SANA.

Leia também: Brasil aprova imunoterapia para tratamento de câncer de mama

O câncer foi diagnosticado quando estava em uma etapa inicial, já que a esposa de Assad se submetia regularmente a exames médicos, em linha com a mensagem que costumava divulgar entre as mulheres como ativista a favor dos programas de detecção antecipada da doença.

Em várias ocasiões, desde o começo da guerra na Síria em 2011, surgiram rumores de que a esposa de Assad tinha abandonado o país por motivos de segurança ou até mesmo que tinha deixado seu marido porque se opunha ao conflito.

No entanto, Asma permaneceu junto ao seu marido durante todo o conflito e expressou seu apoio ao presidente em vários atos públicos.

Saiba mais: Remédio estende vida de jovens com câncer de mama avançado

Asma nasceu no Reino Unido e se mudou para viver em Damasco no final de 2000 e casar-se com Bashar al Assad, com quem tem três filhos.