Erasmo Carlos conclui a gravação do álbum ‘O futuro pertence à Jovem Guarda’


♪ Aos 80 anos, celebrados em 5 de junho, Erasmo Carlos sabe que o futuro pertence à Jovem Guarda, como sentenciou o revolucionário russo Lenin (1870 – 1924) em frase que acabou inspirando o título do programa dominical comandado por Roberto Carlos com o Tremendão e com Wanderléa na TV Record, de 1965 a 1968.
Tanto que Erasmo recorreu à frase de Lenin para batizar o disco que acaba de gravar no estúdio Cia. dos Técnicos, na cidade natal do Rio de Janeiro (RJ), sob direção artística de Marcus Preto.
No álbum O futuro pertence à Jovem Guarda, Erasmo canta músicas do cancioneiro das memoráveis tardes de domingo, mas dando vez a composições que até então permaneciam inéditas na voz do cantor.
E por falar em voz, Erasmo voltou ao estúdio na semana passada para pôr as vozes definitivas no repertório e concluir a gravação do disco, feito com produção musical de Pupillo Oliveira e o toque dos músicos da banda Filhos da Judith, além de instrumentistas como Pedro Baby.
O álbum O futuro pertence à Jovem Guarda será lançado pela gravadora Som Livre.