Engenheiros de Harvard criam robô para capturar águas-vivas

Robô é criado para capturar águas-vivas sem danifica-las

Robô é criado para capturar águas-vivas sem danifica-las

Reprodução/ YouTube @Harvard University

Uma equipe de engenheiros da Universidade de Harvard, nos EUA, desenvolveu um robô que irá permitir aos pesquisadores capturar águas-vivas sem causar danos ao frágil animal.

Os estudos científicos nessa área da biologia dependem de uma ação delicada para pegar águas-vivas. Esses animais têm um corpo gelatinoso muito delicado formado de 95% de água.

O projeto do dispositivo foi inspirado no formato e no movimento da mão humana. São seis tubos longos feitos de silicone que funcionam como dedos. Dentro de cada tubo há um canal por onde a água pode fluir e assim realizar o movimento para envolver a água-viva. 

Os engenheiros acreditam que agora será possível desenvolver outros modelos e assim contribuir com estudos de outros organismos do fundo do mar. As conclusões dos testes feitos em laboratório foram publicadas na revista Science Robotics no dia 28 de agosto.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques

Leia também:

Cachorro robô é usado em tratamento de terapia para idosos