Enem digital tem 1º dia de provas para 2,4 mil candidatos da região de Campinas; veja orientações


Primeira prova ocorre neste domingo (31) e portões abrem às 11h30. Inscritos devem realizar as avaliações de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias. Enem digital tem 1º dia de provas para 2,4 mil candidatos da região de Campinas
Roman Synkevych/Unsplash/Divulgação
Após a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os participantes que optaram pela prova impressa, 2.461 candidatos de quatro cidades na região de Campinas (SP) realizam neste domingo (31) a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital.
Apesar da nomenclatura, os candidatos farão provas presenciais de linguagens e ciências humanas, além de uma redação manuscrita. Assim como no exame impresso, os portões serão abertos às 11h30 e fechados às 13h. A previsão é que a prova tenha início às 13h30 e termine às 19h.
Candidatos do Enem digital relatam dificuldade para visualizar o local de prova
Essa é a primeira vez que o modelo de aplicação digital do exame é usado no país. A ideia do Ministério da Educação (MEC) é tornar a prova totalmente digital até 2026. Veja abaixo detalhes por cidade, o que pode ser levado na prova e as medidas adotadas na pandemia.
Enem digital na região de Campinas
No próximo domingo (7), os candidatos realizam as provas de ciências da natureza e suas tecnologias, além de matemática e suas tecnologias. O exame terá duração de cinco horas e reúne 45 questões de múltipla escolha nas seguintes disciplinas: química, física, biologia e matemática.
Veja 10 perguntas e respostas sobre o Enem digital
Baixe o aplicativo G1 Enem, jogo de perguntas e respostas
Aulão do G1 traz dicas para estruturar a sua redação; veja vídeos
Enem em Campinas
De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 61.300 pessoas estavam inscritas para fazer a prova física nas 19 cidades da área de cobertura do G1 Campinas. O índice geral de ausentes no processo seletivo chegou a 55,3%, diz o Inep.
Primeiro dia de provas do Enem na região de Campinas; FOTOS
O primeiro dia de exame em Campinas foi marcado por atrasos de alguns candidatos, preocupações com as medidas de proteção contra a Covid-19 e elogios aos temas abordados na prova. Já no segundo dia, a prova teve uma aniversariante, candidatas sem RG e avaliação de que dificuldade foi menor.
O que levar?
Obrigatório: caneta preta confeccionada em material transparente;
Obrigatório: documento de identificação original com foto, podendo ser identidade, carteira de registro nacional migratório, carteira de trabalho, certificado de reservista, passaporte e carteira de motorista (CNH);
Obrigatório: máscara de proteção cobrindo nariz e boca.
Caso o documento tenha sido roubado ou furtado antes do exame, o candidato deverá apresentar o boletim de ocorrência expedido por um órgão policial há, no máximo, 90 dias.
O que NÃO pode levar?
Documentos como certidão de nascimento ou de casamento, título eleitoral, CNH anterior a 1997, carteirinha de estudante, crachás, vias digitais ou cópias autenticadas não serão aceitos;
Telefones celulares e quaisquer equipamentos eletrônicos devem ser desligados e guardados em um envelope lacrado, que permanecerá debaixo da carteira. Entram na lista: calculadoras, agendas eletrônicas, tablets, iPods, gravadores, pen drive, relógio, chaves com alarme, fones de ouvido e gravadores;
Durante a aplicação do exame, se algum aparelho, mesmo que devidamente guardado, emitir som, o candidato será eliminado;
Lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borracha, régua, corretivo, livros, manuais e anotações são proibidos – devem ficar guardados no envelope;
Qualquer dispositivo que receba imagens, vídeos ou mensagens é vetado;
Óculos escuros, bonés, chapéus, viseiras ou gorros não são permitidos.
Protocolos contra a Covid-19
Disponibilização de álcool em gel nos locais de prova e nas salas;
Recomendação de distanciamento social no deslocamento até as salas de provas;
Identificação de candidatos do lado de fora das salas, para evitar aglomeração – haverá marcações no piso para ter distanciamento, caso haja fila;
Contratação de um número maior de salas: na edição de 2019 foram 140 mil locais de aplicação; agora serão 200 mil;
Salas de provas com cerca de 50% da capacidade máxima;
Candidatos idosos, gestantes e lactantes ficarão em salas com 25% da capacidade máxima;
Higienização das salas de aulas, antes e depois do exame.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas