Enem 2021: estratégias para o primeiro dia de prova


Professores dão dicas de como se organizar, do que fazer e o que não fazer nos dias que antecedem o exame e na hora H. Provas do Enem
Reprodução/Fantástico
A reta final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está chegando. Neste domingo (21), os 3.109.762 inscritos farão a prova de linguagens, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias e a redação.
Pode parecer muita coisa e a espera pelo dia da prova pode ser angustiante, mas o g1 conversou com o coordenador do Curso Anglo, Madson Molina, e com o diretor geral das Escolas SEB de Ribeirão Preto e São José de Rio Preto, Zeid Sakr, que deram dicas de como otimizar este tempo e aguardar pelo Enem da melhor maneira possível.
LEIA TAMBÉM
Enem: leia redações nota mil da edição 2020 da prova
g1 no Enem 2021: horários, redações nota mil, aulas de revisão, dicas de professores e mais
Serviço: como consultar o local da prova
Confira abaixo as dicas dos profissionais:
Até que dia estudar?
Para o professor Madson, quem deve decidir isso é o próprio aluno, com base nas próprias características. Segundo ele, enquanto estudar até o último dia pode tranquilizar alguns candidatos, para outros pode gerar ansiedade, então é importante que o aluno respeite o seu processo.
“Na educação, nunca se tem um único caminho, aliás essa é a grande riqueza para quem trabalha com educação: aprender com tantas vertentes diferentes. Então, que o aluno pense bastante para não tomar uma decisão em cima da hora”, comenta.
O professor Zeid opina que estudar muito em cima da hora do exame pode ser mais prejudicial do que ajudar. “Estudar muito próximo do horário da prova só aumenta a tensão, porque se o aluno ver algo que ele não sabe, vai se desesperar”.
“No domingo, o aluno não deve tocar no material, pois é um dia de relaxamento. Precisa acordar tranquilo, descansado e que busque relaxar, para sair de casa com antecedência e chegar ao ponto de prova com antecedência e, uma vez ali, procure se distrair um pouco, converse com amigos”, completou o professor Zeid.
Com qual antecedência chegar ao local de prova?
O Enem acontece em dois domingos, dia que, comumente, os transportes públicos circulam com horários diferentes do resto da semana, além de ser um dia de muita movimentação. Além disso, uma vez que os portões são fechados às 13h, o aluno não consegue mais entrar para fazer o exame. Por isso, é importante se planejar para chegar com antecedência (confira o cronograma completo ao fim dessa reportagem).
“O aluno deve chegar o mais cedo possível. Que ele chegue ao meio-dia já com a consciência [tranquila] de que ele está no lugar onde o evento vai acontecer e fique mentalizando e repassando suas estratégias, ao invés de chegar em cima da hora”, sugere o professor Madson.
Outra dica dos professores é conferir a previsão do tempo e levar um guarda-chuva.
Vale a pena fazer revisão no sábado e no domingo de manhã?
Para Zeid, quanto mais próximo da prova, maior fica a tensão. Por isso, qualquer revisão deve acontecer no máximo até o sábado, para que no domingo o aluno possa resguardar um tempo antes do exame para relaxar.
“O aluno precisa lembrar que o preparo dele foi feito no decorrer do ano inteiro. Nada do que ele fizer agora vai ter muita efetividade na prova. Então, ele tem que ter ciência de que o trabalho foi feito, ele estudou e se empenhou ao máximo e agora deve manter a calma.”
É uma boa entrar em redes sociais?
Usar as redes sociais antes da prova pode ajudar a relaxar a mente e o professor Madson não vê problema em aproveitar essa ferramenta. “Sempre é bom estar com a família, com o parceiro ou parceira e com os amigos. Eles nos energizam e são nosso porto seguro. (…) Esse acesso à rede social para compartilhar com amigos e família à distância faz sentido, para buscar ponto de segurança para performar da melhor maneira possível.”
Ficar acompanhado da família até o momento da prova faz bem?
Para o professor Zeid, o momento de chegada ao local de prova até o momento de começar o exame é de relaxar, e pode ser difícil para alguns alunos fazerem isso se estiverem acompanhados de pais e responsáveis.
“Uma orientação para as famílias é apoiar o filho durante todo o tempo. Isso é determinante e sabemos disso, mas na hora da prova, acredito que é muito importante o aluno ter um pouquinho de autonomia”. Confira a dica completa no vídeo abaixo.
Professor aconselha pais e responsáveis sobre o dia de Enem
Por qual parte começar a prova?
Começar pela redação é a dica do professor Madson para o primeiro dia de prova. “Olhe a proposta, os textos motivadores e já vá trabalhando isso em ‘segundo plano'”. Assim, o aluno vai respondendo as questões objetivas enquanto mantém em mente a proposta da redação e usa o o momento final da prova para estruturar o texto.
Já para o professor Zeid, a ordem de prioridade vai ser determinada pelo próprio aluno, que deve considerar o tempo que vai gastar na produção da redação e saber que algumas questões das áreas de conhecimento podem exigir um pouco mais de tempo.
Ir ao banheiro no meio da prova pode ajudar ou atrapalhar?
Ir ao banheiro pode render ao aluno uma pausa da prova, mas o professor Madson opina que é necessário avaliar em que momento ter este “respiro”. “Se o aluno não está com vontade de fazer xixi e se perceber que está em uma curva boa de aproveitamento, continue e espere o momento que perceber que não está mais conseguindo pensar tanto para dar uma circulada e toamr um ar antes de voltar para a prova”, diz.
Vale lembrar que não é permitido circular pelo local de prova sem motivo e a toda ida ao a banheiro é acompanhada por um supervisor.
Como ‘chutar’ com consciência?
“Chutar” respostas do Enem não é indicado, já que a prova é corrigida com base na Teoria de Resposta ao Item (TRI), que pode dar uma nota maior ou menor a depender de outras respostas do aluno. Assim, se o aluno erra uma questão fácil e erra uma difícil, ele vai ter uma nota menor no item certo do que outro aluno que acerte as duas questões.
“Isso vai de encontro com deixar muita coisa para o final da proa. Às vezes o aluno não se organiza e lá no final da prova ele deixa para responder a disciplina que ele mais entende e tem facilidade e acaba não tendo tempo. Aí ele é obrigado a chutar deliberadamente, erra questões fáceis e isso acaba prejudicando muito a pontuação final dele”, explicou o professor Zeid.
O que levar e o que não levar no dia da prova?
De acordo com o edital do Enem, os itens obrigatórios e permitidos no dia do exame são:
Documento original com foto: RG, identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros e refugiados, passaporte, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), entre outros. Não é válido a apresentação de carteirinha de estudante, crachá ou cópia mesmo autenticada de documento original.
Álcool em gel
Máscara
Cartão de confirmação de inscrição
Caneta preta
Lanche
Já os itens abaixo não são permitidos e alguns podem até resultar na eliminação do candidato:
Telefones celulares e quaisquer equipamentos eletrônicos – estes devem ser mantidos desligados e devidamente guardados no envelope porta-objetos. Caso algum som seja emitido dos aparelhos durante a prova, o candidato será eliminado;
Qualquer dispositivo que receba imagens, vídeos ou mensagens;
Óculos escuros, bonés, chapéus, viseiras ou gorros;
Bebidas alcoólicas e/ou drogas ilícitas.
O que fazer se for mal no primeiro dia?
Se o aluno sair da sala de prova e perceber que não acertou tantas questões quanto esperava, pode surgir um desespero, mas os professores alertam que é importante não deixar este sentimento tomar conta.
“Se teve um pouco de dificuldade no primeiro dia, levante a cabeça e pense na próxima prova, independente do que aconteceu, porque no Enem, com a TRI, permite que o aluno não tenha certeza em relação à pontuação”, lembra o professor Zeid.
Além disso, os professores Madson e Zeid e a psicóloga Bárbara Souza, do Curso Anglo, deixaram alguns conselhos para quem vai fazer o Enem neste domingo (assista no vídeo abaixo).
Professores e psicóloga dão conselhos sobre o primeiro dia de Enem
Cronograma do Enem 2021
Provas: 21 e 28 de novembro
21 de novembro: linguagens, códigos e suas tecnologias e redação; ciências humanas e suas tecnologias
28 de novembro: ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias
Abertura dos portões: 12h
Fechamento dos portões: 13h
Início das provas: 13h30
Término das provas 1º dia: 19h
Término das provas 2º dia: 18h30
Enem para isentos em 2020 e PLL: 9 e 16 de janeiro de 2022