Enem 2020: candidatos são impedidos de fazerem a prova


Em SC, candidatos enfrentaram filas e foram informados que terão de reaplicar provas. Houve relatos semelhantes no PR e RS. Enem 2020 em SC: Representante do Inep avisa candidatos que terão de reaplicar provas pro causa de lotação das salas na UFSC
Diogenes Pandini/NSC
Estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foram impedidos de fazerem a prova neste domingo (17), primeiro dia de exame.
Em Santa Catarina, alguns candidatos que fariam a prova na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foram informados que terão de voltar outro dia para reaplicação da prova para evitar lotação nas salas. Na sexta (15), a UFSC já havia comunicado o Inep, autarquia do MEC responsável pelo Enem, que havia recebido um plano de salas com ocupação de 80% de candidatos para a realização do Enem. De acordo com a instituição, a condição para ceder os espaços seria que as salas tivessem limite máximo de 40%.
Houve relatos de casos semelhantes no PR e RS.
Enem da pandemia
As provas serão aplicadas em 1.689 cidades neste domingo (17), de acordo com números do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC), responsável pela prova.
O Enem 2020 estava previsto para ocorrer em novembro, mas foi adiado devido à pandemia e ocorre agora em meio ao pior momento de transmissão de casos.
Em 58 cidades, as provas não vão acontecer. As suspensões foram determinadas pela Justiça em todo o estado do Amazonas (56 cidades) e em duas cidades de Rondônia (Espigão D’Oeste e Rolim de Moura).
Dos 5.687.397 inscritos na versão impressa do Enem 2020, 159.338 deixam de fazer o exame no Amazonas, 2.863 em Rolim de Moura (RO) e 969 em Espigão D’Oeste (RO).
Veja perguntas e respostas sobre as questões judiciais que envolvem a realização do Enem 2020
O exame terá ainda a versão digital, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. São esperados 96 mil candidatos para esta modalidade, que acontecerá pela primeira vez nesta edição.
Até as 20h deste sábado (16), treze estados registravam alta nas mortes: AL, AM, GO, MG, MT, PE, PI, RJ, RN, RR, SE, SP e TO. Eles somam 3,1 milhões de inscritos no exame (54,25% do total).
Leia mais: Risco do candidato do Enem pegar Covid é maior no transporte público do que na sala de prova, dizem infectologistas
Proteja-se: Qual máscara é melhor? Veja comparativo, segundo estudo publicado na ‘Science’
O Enem é considerado o maior vestibular do país, e a nota serve para disputar vagas em universidades e ter acesso a programas de bolsas (Prouni) ou financiamento de mensalidade (Fies). Candidatos ouvidos pelo G1 dizem estar pressionados entre o sonho de ter uma graduação e o risco de se contaminar.
A aplicação do Enem tem sido alvo de disputas judiciais, devido à pandemia. A prova, prevista originalmente para novembro de 2020, foi adiada para janeiro deste ano – mesmo após enquete com participantes indicar o mês de maio de 2021 como a opção mais votada pelos estudantes. Segundo o governo, a prova em maio atrasaria o cronograma de outros programas de ingresso no ensino superior.
VÍDEOS: saiba tudo sobre o Enem 2020