Elon Musk vende US$ 5 bilhões em ações da Tesla após enquete no Twitter


Documentos não indicam que ele tenha atuado em resposta à pesquisa que começou sábado, na qual 57,9% dos 3,5 milhões de participantes responderam a favor da venda das ações. Foto de arquivo de janeiro de 2020 mostra o fundador da Tesla, Elon Musk
Joe Skipper/Reuters/Arquivo
O fundador e diretor executivo da Tesla, Elon Musk, vendeu R$ 5 bilhões (cerca de 27,47 bilhões de reais) em ações da fabricante de veículos elétricos depois de fazer uma enquete no Twitter perguntando se ele deveria vender 10% de suas ações na empresa.
Musk, o homem mais rico do mundo, vendeu 4,5 milhões de ações esta semana, de acordo com documentos protocolados na quarta-feira (10) junto à SEC, agência reguladora do mercado dos Estados Unidos.
Mas os documentos não indicam que ele tenha atuado em resposta à pesquisa que começou sábado, na qual 57,9% dos 3,5 milhões de participantes responderam a favor da venda das ações.
Fortuna de Musk: bilionário perdeu US$ 50 bilhões após enquete
ENTENDA: por que Musk sugeriu a vendas das ações?
Na segunda-feira, ele vendeu R$ 1,1 bilhão em ações para liquidar obrigações fiscais relativas ao exercício de opções de compra de papéis. A venda começou sob um plano de troca definido em setembro, semanas antes da pesquisa.
Não ficou claro se o restante da venda, relatado terça e quarta-feira, também foi agendado antes da votação no Twitter. Nestes dias, ele vendeu cerca de 3,6 milhões de ações por 4 bilhões de dólares.
Musk tuitou no sábado: “Foi muito falado de que ganhos não realizados são uma forma de evasão fiscal, então proponho vender 10% de minhas ações da Tesla. Você apoia isso?”
“Vou respeitar o resultado desta enquete, seja ele qual for”, acrescentou em outro tuíte depois de postar a enquete para seus 63 milhões de seguidores.
Menos de 10%
Mas para atingir a venda de 10% de suas ações da Tesla, o sul-africano de 50 anos terá que vender vários milhões de ações a mais do que vendeu esta semana.
Antes das vendas, ele possuía mais de 170 milhões de ações da Tesla, correspondendo a cerca de 17% da empresa, de acordo com a SEC.
A fortuna de Musk cresceu com o recente aumento no preço das ações da Tesla, que passou de 130 dólares no início de 2020 para 1.222,09 dólares na última sexta-feira.
Ações da Tesla em queda
Na segunda-feira, na abertura de Wall Street, as ações despencaram até 7,2% após a pesquisa, mas se recuperaram na quarta-feira com alta de quase 4%.
Por esse motivo, Musk vendeu seus títulos na segunda-feira a um preço significativamente menor do que se o tivesse feito antes de seu tuíte sobre a votação.
Taxação das grandes fortunas
Musk lançou a consulta após uma proposta dos legisladores democratas dos Estados Unidos de tributar fortemente as grandes fortunas por meio de suas ações, que geralmente pagam impostos apenas quando são vendidas.
Mas a intervenção de Musk na discussão sobre a desigualdade de renda nos Estados Unidos e quem deveria pagar pelos programas de seguridade social atraiu fortes críticas.
“Se o homem mais rico do mundo paga ou não seus impostos não deve depender de uma pesquisa no Twitter”, escreveu o senador democrata Ron Wyden na mesma rede social.
“É hora de ter um imposto sobre a renda dos bilionários”, acrescentou Wyden, ao que Musk respondeu com um insulto pessoal.
Tecno Lógica: Banco prevê que Elon Musk será 1º trilionário do mundo