Dois primeiros casos de Covid-19 são confirmados entre indígenas Karipuna em RO

Indígenas idosos foram para Porto Velho em busca de atendimento médico. Povo Karipuna enfrenta o medo de novos contágios na aldeia devido as constantes invasões de terra. Casos de Covid-19 são confirmados entre indígenas Karipuna
Foram confirmados os dois primeiros casos de Covid-19 na aldeia Karipuna em Rondônia. A região é alvo constante de invasões e exploração ilegal de madeira.
Os casos foram confirmados no dia 13 deste mês e são de dois indígenas idosos. Eles apresentaram os sintomas há pouco mais de uma semana, e foram até Porto Velho em busca de atendimento médico.
Eric Karipuna, uma das lideranças indígenas e parente dos idosos, falou do medo da propagação da doença e das invasões que podem levar o vírus até a aldeia.
“O caso deles está estável. Meu avó está internado no hospital com oxigênio e a esposa dele está na Casai com um quadro bem estável também. O quadro não está tão grave e eles estão em observação até o momento. Hoje a nossa preocupação por causa disso são as constantes invasões o que pode facilitar o contágio na terra indígena, porque eles estão muito próximos da nossa casa, dentro da aldeia praticamente. As queimadas que podem agravar a questão respiratória também está preocupando muito a gente”,
A representante do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Laula Vicunã, também relaciona a chegada da doença com as invasões.
“Hoje o território Karipuna está sendo invadido por todos os seus lados e isso deixa muito mais em vulnerabilidade o povo Karipuna que ali vive. Já são dois casos de Covid entre o povo Karipuna, então se pede uma ação eficaz do Estado brasileiro em defender esse povo, em defender esses indígenas do Brasil”, pede.
A TI Karipuna fica distante cerca de 150 quilômetros de Porto Velho, na região do distrito de Jaci-Paraná. Na aldeia vivem 58 indígenas entre Karipunas e membros de outras etnias que foram para o local através de casamentos.
A terra foi demarcada em 1998 e soma 153 mil hectares. De acordo com os indígenas, quase 80% da área já sofreu algum tipo de degradação provocada por invasores.
Rondônia registra 17 mortes pela Covid-19 entre indígenas, segundo dados da Coiab