Disputa de Britney Spears contra tutela volta ao tribunal em meio a desavenças


Juiz deve analisar escolhido de Britney como novo advogado para representá-la, assim como pedidos de proteção nesta quarta (14). Cantora participou de audiência em junho. A cantora Britney Spears, em imagem de 2019
Jordan Strauss/Invision/AP, File
Britney Spears, de 39 anos, não parece que está mais perto de por fim à tutela de 13 anos ordenada pela Justiça. Em depoimento em junho, a cantora classificou a decisão judicial que permite ao pai o controle sobre sua vida como abusiva, idiota e constrangedora.
O caso volta ao tribunal de Los Angeles nesta quarta-feira (14) na esteira de declarações impactantes da cantora, nas quais disse ter sido impedida de se casar novamente ou ter mais filhos e querer escolher seu próprio advogado.
Britney Spears: por que Justiça decidiu manter cantora tutelada pelo pai
A artista ainda não apresentou os documentos legais necessários para encerrar a tutela. Seu advogado indicado pela corte, Samuel Ingham, renunciou na semana passada e ainda não foi substituído.
‘FreeBritney’: fãs se reúnem em apoio à Britney no dia que cantora fala em audiência no processo de tutela
Reuters/Mario Anzuoni
Também nesta quarta-feira, o juiz deve analisar o escolhido de Britney como advogado para representá-la, assim como pedidos de proteção 24 horas por dia devido a ameaças de morte contra os envolvidos na tutela em um momento no qual o apoio público à cantora aumenta.
Não está claro se a intérprete de “Piece of Me”, que tem problemas de saúde mental não revelados, participará da audiência.
A União Americana de Liberdades Civis (ACLU) apresentou documentos legais em apoio a Britney.
Ouça depoimento de Britney Spears, que luta pelo fim de sua tutela, à Justiça americana