Dennis DJ live: como veterano do funk faz fãs dançarem em casa com ajuda da família


Dennis virou sucesso com lives noturnas e no ‘after’ de sertanejos. Ele conta ao G1 que filha e irmãos quarentenados ajudam na produção e explica técnicas para manter cheia a ‘pista virtual’. Dennis DJ
Divulgação
Se a live sertaneja é o maior fenômeno pop do Brasil na quarentena, Dennis DJ vem logo depois. O veterano do funk que já fazia o circuito de rodeios do país agora virou do DJ oficial do “after” das transmissões online.
O podcast G1 Ouviu falou com DJs e foi a uma balada no Zoom para saber sobre a música eletrônica na quarentena. Ouça abaixo:
Dennis falou ao G1 sobre o sucesso de suas discotecagens em noites de isolamento. Ele também abriu bastidores: a filha Tília, e os dois irmãos Daniel e Fabíola, que estão passado a quarentena com ele em casa, viraram equipe de produção.
“As lives são um grande desafio, a gente tem que se virar. Eu e minha família, porque estou aqui com a minha filha e com dois irmãos. Eles estão curtindo esse momento próximo de mim e estão me ajudando”, conta Dennis.
O vídeo abaixo mostra Dennis comemorando uma live com a equipe familiar:
Initial plugin text
Com isso, Dennis se livra do problema de ter que mobilizar equipe externa durante a quarentena. “Eles ajudam com o canhão da luz, carregar coisas , ligar equipamentos. Tenho essa ajuda com minha equipe no dia a dia, mas como todo mundo tem suas casas, faço em família e está sendo bacana.”
Outra questão para Dennis é como fazer virtualmente uma atividade básica para um DJ: “sentir” a pista para saber se seu set está agradando ou não. Ele fica de olho no número de visualizações da live.
“Eu vejo que o streaming tá caindo aí mudo um pouco de ritmo, aí vejo que começa a levantar sabe, aí sei que é o que a galera quer ouvir entendeu, essa pegada que eu tenho que seguir”, ele conta.
Dennis DJ
Elias Dantas/Ag. Haack
Apesar de serem uma boa alternativa, as lives não substituem as turnês, e deixam na mão as equipes e profissionais que dependem destas festas. Dennis DJ admite a dificuldade, mas é otimista para o “after” da quarentena.
“Acho que a cena da música eletrônica, quando voltar, vai voltar mais fortalecida, porque as pessoas estão com saudade de ir para uma balada, do convívio, de estar do lado das outras. Só temos que rezar para que passe logo”, diz Dennis.
As cenas de ‘lives’ da quarentena que já estão na história do entretenimento brasileiro