Coronel da PM deve ser efetivado na presidência do ICMBio


Duas fontes ouvidas pelo G1 confirmaram a informação. Fernando Cesar Lorencini também é Diretor de Planejamento, Administração e Logística do instituto desde abril de 2019. Fernando Cesar Lorencini, atual Diretor de Planejamento, Administração e Logística do ICMBio
ICMBio
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, deve nomear o coronel Fernando Cesar Lorencini como novo presidente no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A confirmação deverá ser publicada nos próximos dias no Diário Oficial da União (DOU).
Lorencini é, desde abril de 2019, Diretor de Planejamento, Administração e Logística do instituto e está como presidente substituto desde a saída de Giorge Cerqueira, outro coronel (leia mais abaixo). Ele fez direito pelo Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo. Antes de assumir as funções no Ministério do Meio Ambiente, foi chefe de gabinete e secretário-adjunto da Secretaria Municipal de Segurança Urbana da capital paulista.
Dois funcionários do ICMBio, que preferem não se identificar, confirmaram a informação de que a efetivação de Lorencini deverá ocorrer em breve. Um dos servidores informou que, em reunião fechada, o coronel da PM tocou no assunto e declarou que será indicado. O outro funcionário disse que a mudança sairá no DOU nos próximos dias.
Lorencini também está entre os policiais envolvidos no massacre do Carandiru, ocorrido em São Paulo. Em 1992, 111 detentos foram mortos devido a uma rebelião na Casa de Detenção. De acordo com reportagem da “Folha de S.Paulo” de 1997, o futuro presidente do ICMBio não respondeu por homicídio, mas por lesão grave contra um dos presos envolvidos na chacina.
Exoneração de Cerqueira
Presidente do ICMBio, Homero Cerqueira, é demitido pelo ministro do Meio Ambiente
No dia 21 de agosto, o governo exonerou o coronel Giorge Cerqueira do cargo de presidente do ICMBio. A decisão foi publicada no “Diário Oficial da União” (DOU), sem indicação de um substituto oficial para o cargo.
O ministério, na época, divulgou a seguinte nota sobre o assunto: “O Ministério do Meio Ambiente agradece o empenho e dedicação do Cel. Homero Cerqueira à frente da Presidência do ICMBIO, seguindo na modernização e reformulação dos órgãos ambientais federais.”
Cerqueira foi comandante da Polícia Militar Ambiental do estado de São Paulo – antes chefiou outras unidades da PM de São Paulo, como a Casa Militar e a Escola Superior de Soldados e de Sargentos – e havia sido nomeado para o cargo em abril deste ano por Ricardo Salles.