Clássico de Nintendo 64, Turok: Dinosaur Hunter será lançado para Switch

Se você é da década de 1990, você provavelmente se lembra das horas de diversão navegando no mundo florestal de Turok: Dinosaur Hunter, game clássico de Nintendo 64. O game será lançado para Nintendo Switch, então você pode pegar a alegria nostálgica do shooter de console e carregá-lo a qualquer lugar.

IGN

IGN
IGN

Leia mais: Turok 1 e 2 são remasterizados e lançados para Xbox One

O sentimento de nostalgia vai além dos gráficos de poucos polígonos e as toneladas de névoa servindo de disfarce para a falta de potência gráfica do console original. A descrição oficial do título no site da Nintendo também veio dos anos 1990. O port promete:

Um mundo virutal completamente em 3D
Corra, salte e escale em qualquer direção em um mundo completamente 3D, com a habilidade de independentemente olhar e mirar suas armas para cima, baixo ou para os lados.
Inimigos inteligentes programados para serem ferozes
Perfis de agressividade variáveis fazem cada inimigo agir de forma única
14 armas monstruosas de alta tecnologia
Do Grenade Launcher, Plasma Pulse Rifle e Alien Weapon ao Quad Rocket Launcher, e a mãe de todas as armas, a Atomic Fusion Cannon!
Fundos interativos avançados com tecnologia de partículas
Teias balançam. Bolhas formam anéis na superfície d’água. Balas ricocheteiam. Árvores pegam fogo e caem ao chão. Cachoeiras borbulham com espuma.
Dinossauros construídos bionicamente
Velociraptores de dentes afiados. Tricerátops que carregam um artilharia. Infantaria alienígena e um T-Rex guiado a laser, que segue cada passo seu com tecnologia rastreadora.

Se algo como “perfis de agressividade variáveis” soa como algo bom demais para ser verdade, saiba que é exatamente isso que Turok entrega. Mas por que essa descrição de um game que será relançado em 18 de março de 2019 parece tão pré-histórica? Porque é a descrição da caixa física da versão de PC de Turok: Dinosaur Hunter. Você pode ver a versão dessa caixa aqui.

Então garanta que você tenha a placa de som Sound Blaster mais recente instalada no seu PC Pentium, ou espere para que o game chegue ao Switch ainda neste mês para ouvir as “cachoeiras que borbulham com espuma”. Se você nunca jogou, confira o review do IGN de 1997 (em inglês), que o descreve como um game “visionário”, que é um “competidor de peso com o melhor do gênero Doom em qualquer plataforma”.

*Tradução por: Bruno Yonezawa

Inscreva-se no canal do IGN Brasil no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Twitch!