Cineasta José Luis Cuerda morre aos 72 anos na Espanha


Diretor e roteirista sofreu embolia. Informação foi confirmada por suas filhas. Diretor José Luis Cuerda
Reprodução
O cineasta espanhol José Luis Cuerda morreu nesta terça (4) aos 72 anos em Madri, na Espanha, após sofrer uma embolia. A informação foi confirmada ao jornal “El país” espanhol pelas filhas do diretor, Irene e Elena.
Nascido em Albacete, na província de Castilla-La Mancha, em 1947, Cuerda fez seu primeiro trabalho como diretor em 1975: um episódio da série de TV “Cultura 2”. Seu primeiro longa foi “Pares y nones”, em 1982.
Se dedicou ao humor e aos filmes surrealistas. Seu filme mais conhecido é “A língua das mariposas” (1999) que escreveu e dirigiu. também escreveu e dirigiu a comédia fantasiosa “Amanece, que no es poco” (1989), considerada uma das mais representativas do cinema espanhol.