Chile registra novo terremoto na região do deserto do Atacama


Tremor considerado fraco ocorreu próximo à cidade de Antofagasta. Há dois dias, a região na fronteira entre o Chile e a Argentina registrou abalo. Um terremoto de magnitude 5,5 atingiu nesta quarta-feira (2) a região do deserto do Atacama, no norte do Chile. Segundo o governo chileno, não há registro de danos a construções nem vítimas.
O epicentro desse tremor está localizado a 107 quilômetros de Antofagasta, uma das maiores cidades chilenas, e em uma profundidade superior a 70 km. De acordo com autoridades chilenas, não existe risco de formação de tsunamis na costa do país.
É a segunda vez em menos de 48 horas que o norte chileno registra tremores de magnitude superior a 5. Há dois dias, a região sentiu um forte terremoto com epicentro em território argentino, perto da fronteira com o Chile.
Além disso, há menos de duas semanas, um tremor que foi sentido na capital Santiago assustou moradores da região. Porém, mesmo com o epicentro localizado no Oceano Pacífico próximo à costa chilena, não houve tsunami.
O Chile fica localizado no Círculo de Fogo do Pacífico — região com alta atividade sísmica por causa dos encontros de placas tectônicas. Veja no MAPA abaixo.
Mapa identifica a região do Círculo de Fogo do Pacífico
Ciência/G1
VÍDEOS: Tufões, furacões e outras tempestades de 2020