Chico César grava álbum em Paris com músicos africanos como o pianista Ray Lema


O cantor malês Salif Keita e o pianista de jazz Leo Montana participam do disco. Chico César posa em estúdio de Paris com músicos africanos como o pianista Ray Lema
Reprodução / Instagram Chico César
♪ Chico César está em estúdio – mais precisamente nos Studios Ferber, em Paris, França, onde grava álbum solo – o primeiro do artista desde O amor é um ato revolucionário (2019). O disco está sendo formatado com convidados de visibilidade internacional.
O pianista congolês Ray Lema já gravou com Chico César ao lado dos músicos camaroneses Dharil Esso (baterista conhecido como Big Drum) e Etienne MBAPPÉ (baixista). O pianista de jazz Leo Montana também já esteve com o cantor, compositor e músico brasileiro numa das sessões de estúdio, gravando piano e Rhodes.
Citado por Chico César na letra da canção À primeira vista (1995), o cantor malês Salif Keita pôs voz no álbum, que também tem o toque do grupo Aisthesis, de “pegada lírico-irrequieta”, na caracterização poética de Chico César.
Chico César com o pianista de jazz Leo Montana nos Studios Ferber, em Paris
Reprodução / Instagram Chico César