Chico Buarque torna a inspirar samba de André Mussalem


Artista pernambucano alude ao choro ‘Meu caro amigo’ em música do segundo EP do álbum ‘Distopia’. ♪ Em junho de 2018, ao apresentar o samba Maré como single do álbum Polis, lançado em setembro daquele ano, André Mussalem evocou a memória da vereadora Marielle Franco (1979 – 2018) em letra escrita com inspiração na arquitetura perfeita dos versos de Gota d’água (Chico Buarque, 1975).
Dois anos depois, o cantor, compositor e violonista pernambucano torna a cair no samba com inspiração em Chico Buarque.
Uma das duas músicas inéditas que compõem o lote autoral do segundo EP do álbum Distopia, EP subintitulado Estado de emergência, o samba Brasil, 17 de março de 2020 tem como assumida inspiração o choro Meu caro amigo, parceria de Chico (autor da letra) com Francis Hime.
O choro foi um dos muitos sucessos do álbum intitulado Meus caros amigos e lançado por Chico em 1976.
Capa do EP ‘Distopia 2 – Estado de emergência’, de André Mussalem
José Britto
Quase um ano após o EP Distopia 1 – A vida segue (2020), apresentado em janeiro, Mussalem reúne quatro músicas no segundo EP do terceiro álbum do artista.
Além do samba Brasil, 17 de março de 2020, o EP Distopia 2 – Estado de emergência chegou ao mercado fonográfico em 18 de dezembro com outra música inédita, Sobre a importância dos artistas, gravada por Mussalem com produção musical de Rafael Marques e a participação da cantora pernambucana Isadora Melo.
As outras duas faixas do EP Distopia 2 – Transtorno de ansiedade generalizado e Cinema, democracia e cartões postais, músicas gravadas por Mussalem com Isabela Moraes e Zé Manoel, respectivamente – já tinham sido previamente lançadas em singles.
O terceiro e último EP do álbum Distopia tem lançamento previsto para 2021.