‘Cercados’ é selecionado para o Hot Docs, festival canadense de documentários


Festival é o maior evento de documentários da América do Norte e está na 28ª edição. Com direção de Caio Cavechini, documentário foi gravado no Rio, em SP, Brasília, Manaus e Fortaleza. Assista ao trailer do documentário ‘Cercados’
O documentário “Cercados” foi selecionado para o Hot Docs, festival canadense de documentários. O anúncio foi feito nesta terça-feiria (23).
O filme está disponível no Globoplay e faz um registro da história e dos bastidores da cobertura do novo coronavírus através do olhar da imprensa.
O Hot Docs Film Festival é o maior evento de documentários da América do Norte e está em sua 28ª edição. Ele acontece anualmente em Toronto, no Canadá.
Nesta edição, a programação on-line terá a estreia de documentários em transmissão por streaming, eventos ao vivo e outros conteúdos, de 29 de abril a 9 de maio.
Como é o documentário?
Cemitérios, hospitais cheios, a portaria do Palácio da Alvorada e reuniões de pauta dos principais veículos de imprensa do Brasil são mostrados em quase duas horas de filme. Assista ao trailer acima.
“O jornalismo e a ciência, como formas de conhecimento da realidade, enfrentaram um duplo desafio: lidar com o negacionismo e ajudar as pessoas a se cuidar e as instituições a tomar decisões que protegessem o maior número de cidadãos”, explica o diretor Caio Cavechini.
“Ao retratar a rotina dos veículos brasileiros na pandemia, ‘Cercados’ faz um registro histórico desse desafio. Em vez de um documentário de entrevistas, preferimos fazer uma produção de imersão, gravando diariamente as situações vividas por dezenas de jornalistas dos mais variados veículos do país”, continua.
Documentário ‘Cercados’ mostra desafios e bastidores da imprensa durante a cobertura da pandemia
Divulgação/Globoplay
O documentário foi gravado no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Manaus e Fortaleza e é a segunda produção documental do Jornalismo da Globo para o Globoplay. A primeira foi a série “Marielle – o documentário”, lançado em março.
“Foi um desafio imenso acompanhar os desdobramentos simultaneamente em cinco cidades, com equipes atuando para oferecer um olhar particular sobre a atividade jornalística no meio desse turbilhão”, conclui o diretor.
VÍDEOS: Semana Pop explica temas do entretenimento