Cazuza é revivido com gravação inédita de ‘Mina’, música que sobrou de álbum de 1987


Anunciado nesta quarta-feira, 7 de julho, dia do 31º aniversário de morte do artista, single tem novo arranjo do produtor Nilo Romero. ♪ Agenor de Miranda Araújo Neto (4 de abril de 1958 – 7 de julho de 1990), cantor e compositor carioca imortalizado nos anos 1980 como Cazuza, deixou baú aparentemente sem fundo.
Esse baú gera mais uma gravação inédita. Anunciada pela gravadora Universal Music nesta quarta-feira, 7 de julho de 2021, dia do 31º aniversário de morte de Agenor do artista, a gravação inédita de Mina chega aos aplicativos de música na sexta-feira, 9 de julho.
Mina é música composta por Cazuza em parceria com George Israel e Nilo Romero, trio que também criou o rock-samba Brasil, petardo disparado em 1988 na abertura da novela Vale tudo (TV Globo), na voz de Gal Costa.
Com letra de Cazuza, escrita com inspiração em confusão em bar da cidade mineira de Araxá (MG), Mina foi gravada pelo artista para o disco Só se for a dois (1987), mas acabou limada da seleção final do segundo álbum solo do cantor, projetado em 1982 como vocalista da banda carioca Barão Vermelho.
Capa do single ‘Mina’, de Cazuza
Divulgação
Três anos depois do arquivado registro de Cazuza, Mina foi apresentada em disco por Leo Jaime – cantor que indicou Cazuza para o posto de vocalista do Barão, cabe lembrar – em gravação do álbum Sexo, drops & rock’n’roll (1990), tendo sido gravada pelo coautor George Israel 27 anos mais tarde no álbum Distorções do meu jardim (2004).
Criada há 34 anos, Mina volta à cena com o registro original de Cazuza, mas com arranjo refeito pelo produtor Nilo Romero com três músicos presentes na gravação de 1987. Trata-se de Rogério Meanda (guitarra) e João Rebouças (teclados), além do próprio Nilo no baixo.
Lourenço Monteiro (bateria) e Marcos Suzano (percussão) foram arregimentados para dar forma ao novo arranjo. Já o coro de Solange Rosa, Eveline Hecker e Paulinho Soledade é o mesmo da gravação original de 1987.
O single Mina é promovido com clipe de animação, criado por Humberto Barros.