Enem: segundo dia de prova é realizado Centro-Oeste de Minas


No último domingo (17), mais de 300 mil candidatos inscritos em Minas Gerais não fizeram o exame. Uso de máscara é obrigatório; confira locais de provas. Caderno de provas do Enem 2019
Ana Carolina Moreno/G1
Neste domingo (24), mais de 30 mil pessoas vão prestar o segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 nas cidades do Centro-Oeste de Minas.
Mais de 30 mil pessoas devem participar do Enem 2020 no Centro-Oeste de Minas
Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, são 30.542 inscritos na região.
No último domingo (17), mais de 300 mil candidatos inscritos em Minas Gerais não fizeram o Enem já no país, 2.842.332. O número corresponde a 51,5%. Veja abaixo mais dados sobre o primeiro dia de prova.
O Enem 2020 estava previsto para ocorrer em novembro, mas devido à pandemia da Covid-19, em maio do ano passado foi remarcado para 17 e 24 de janeiro (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital). Uma série de medidas de prevenção contra o coronavírus foram tomadas, veja mais abaixo.
Conforme os dados, foram feitas inscrições para o exame em Pompéu, Piumhi, Pitangui, Pará de Minas, Oliveira, Nova Serrana, Luz, Lagoa da Prata, Itaúna, Formiga, Divinópolis, Claudio, Bom Despacho, Bambuí, Arcos e Abaeté.
Os portões dos locais de prova do Enem 2020 serão abertos 30 minutos antes do previsto para evitar aglomerações, de acordo com o Inep. Antes, a abertura dos portões ocorreria às 12h; agora, será às 11h30 (horário de Brasília).
APLICATIVO G1 ENEM: Baixe o app com jogos de perguntas e respostas sobre o Enem
Locais de prova: saiba como consultar onde você fará o Enem 2020
Os horários do Enem são:
Abertura dos portões: antes, 12h; agora será às 11h30 (horário de Brasília);
Fechamento dos portões: 13h;
Início das provas: 13h30;
Término das provas 2º dia (24/1): 18h30.
Veja os inscritos por cidade
Inscritos no Centro-Oeste de Minas
Primeiro dia
Enem suspenso: 58 cidades terão reaplicação da prova: 56 no Amazonas e duas em Rondônia;
Doenças infectocontagiosas: Nesta edição, 10.171 pessoas pediram para participar da reaplicação por terem sintomas de doenças infectocontagiosas. Foram aceitas 8.180 e negadas 1.991;
Cidades, locais, salas: o 1º domingo de Enem teve 1.689 municípios, 14.447 locais de prova e 201.380 salas de aplicação;
Inscritos no 1º dia: 5.523.029 inscritos (o número exclui participante do AM e de duas cidades de RO que suspenderam as provas);
Presentes no 1º dia: 2.680.697 (48,5%);
Ausentes/abstenção: 2.842.332 (51,5%);
Eliminados: 2.967 participantes foram eliminados por portar equipamentos eletrônicos, saírem da sala antes do horário permitido, entre outros;
Logística: 69 foram afastados por “ocorrências logísticas”, como emergências médicas ou interrupção de energia elétrica;
Falta de luz: Três escolas em São Sebastião do Passe tiveram problemas de fornecimento na energia elétrica e os candidatos terão reaplicação. Menos de 1 mil candidatos estavam inscritos.
Medidas de prevenção
Segundo Alexandre Lopes, presidente do Inep, as medidas de prevenção contra o coronavírus serão as mesmas para todos os lugares e não haverá planejamento especial para os locais que estejam com aumento no número de casos.
Entre as medidas, estão:
Uso obrigatório de máscaras para candidatos e aplicadores;
Disponibilização de álcool em gel nos locais de prova e nas salas (a quantidade total só será conhecida após a aplicação do exame);
Recomendação de distanciamento social no deslocamento até as salas de provas;
Identificação de candidatos do lado de fora das salas, para evitar aglomeração – haverá marcações no piso para ter distanciamento, caso haja fila;
Contratação de um número maior de salas: na edição de 2019 foram 140 mil locais de aplicação; agora serão 200 mil;
Salas de provas com cerca de 50% da capacidade máxima;
Candidatos idosos, gestantes e lactantes ficarão em salas com 25% da capacidade máxima;
Higienização das salas de aulas, antes e depois do exame.
É recomendado que o candidato leve máscaras reservas para trocar, já que a prova tem duração máxima de 5h.
Candidatos com Covid
As provas do Enem ocorrem mais de duas semanas após as festas de fim de ano, quando houve aglomerações em todo o país.
Os sintomas de Covid-19 podem aparecer até 15 dias após o contato com o vírus, segundo especialistas. Isso significa que os candidatos podiam ter sintomas da doença próximo ao primeiro dia de provas.
O Inep prevê reaplicar a prova para quem tiver doenças infectocontagiosas, entre elas a Covid-19. Também entram na lista sarampo, rubéola, varicela e coqueluche, por exemplo.
Quem tiver diagnóstico positivo e laudo médico comprovando a situação de saúde uma semana antes das provas poderá entrar na página do participante, anexar os documentos, e pedir para refazer o exame em 23 e 24 de fevereiro. Caso os sintomas apareçam na véspera do exame, o indicado é ligar para o 0800-616161.
O que levar para o Enem
A informação divulgada pelo Inep afirma ser obrigatório levar os seguintes itens no dia da prova:
Caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente;
Documento oficial (original) com foto: carteira de identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), passaporte ou Carteira de Trabalho e Previdência Oficial (após 1997);
Máscara de proteção facial.
Itens recomendados:
Cartão de confirmação da inscrição;
Declaração de comparecimento impressa (se precisar comprovar presença). Ela pode ser baixada no site do Inep;
Máscaras extras para a troca;
Álcool em gel;
Lanche, água e outras bebidas não alcoólicas.
Itens proibidos:
Borracha, corretivo, chave com alarme, artigos de papelaria, impressos e anotações, lápis, lapiseira, livros, manuais, régua e caneta de material não transparente;
Óculos escuros, boné, chapéu, viseira, gorros ou similares;
Dispositivos eletrônicos como celulares, tablets, calculadoras, gravadores, pen drive ou mp3;
Alarmes, chaves com alarmes ou qualquer outro componente eletrônico;
Fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador e/ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens;
Protetor auricular;
Relógios de qualquer tipo.

Please enter banners and links.

Enem: segundo dia de prova é realizado no Triângulo, Noroeste de Minas e Alto Paranaíba


No último domingo (17), mais de 300 mil candidatos inscritos em Minas Gerais não fizeram o exame. Uso de máscara é obrigatório; confira locais de provas. Caderno de provas do Enem 2019
Ana Carolina Moreno/G1
Neste domingo (24), mais de 65 mil pessoas vão prestar o segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 nas cidades do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de MG.
Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, são 65.798 inscritos nas três regiões.
No último domingo (17), mais de 300 mil candidatos inscritos em Minas Gerais não fizeram o Enem já no país, 2.842.332. O número corresponde a 51,5%. Veja abaixo mais dados sobre o primeiro dia de prova.
O Enem 2020 estava previsto para ocorrer em novembro, mas devido à pandemia da Covid-19, em maio do ano passado foi remarcado para 17 e 24 de janeiro (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital). Uma série de medidas de prevenção contra o coronavírus foram tomadas, veja mais abaixo.
As cidades com maiores números de participantes são Uberlândia e Uberaba, com 24.541 e 10.296 inscritos, respectivamente. Tupaciguara com 513 foi o município com o menor número de candidatos confirmados.
Os portões dos locais de prova do Enem 2020 serão abertos 30 minutos antes do previsto para evitar aglomerações, de acordo com o Inep. Antes, a abertura dos portões ocorreria às 12h; agora, será às 11h30 (horário de Brasília).
Em Uberlândia, as linhas de transporte público de Uberlândia foram reforçadas para este domingo por conta da prova. As mudanças já haviam sido feitas também no primeiro dia.
APLICATIVO G1 ENEM: Baixe o app com jogos de perguntas e respostas sobre o Enem
Locais de prova: saiba como consultar onde você fará o Enem 2020
Os horários do Enem são:
Abertura dos portões: antes, 12h; agora será às 11h30 (horário de Brasília);
Fechamento dos portões: 13h;
Início das provas: 13h30;
Término das provas 2º dia (24/1): 18h30.
Veja os inscritos por cidade
Inscritos no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de MG
Primeiro dia
Enem suspenso: 58 cidades terão reaplicação da prova: 56 no Amazonas e duas em Rondônia;
Doenças infectocontagiosas: Nesta edição, 10.171 pessoas pediram para participar da reaplicação por terem sintomas de doenças infectocontagiosas. Foram aceitas 8.180 e negadas 1.991;
Cidades, locais, salas: o 1º domingo de Enem teve 1.689 municípios, 14.447 locais de prova e 201.380 salas de aplicação;
Inscritos no 1º dia: 5.523.029 inscritos (o número exclui participante do AM e de duas cidades de RO que suspenderam as provas);
Presentes no 1º dia: 2.680.697 (48,5%);
Ausentes/abstenção: 2.842.332 (51,5%);
Eliminados: 2.967 participantes foram eliminados por portar equipamentos eletrônicos, saírem da sala antes do horário permitido, entre outros;
Logística: 69 foram afastados por “ocorrências logísticas”, como emergências médicas ou interrupção de energia elétrica;
Falta de luz: Três escolas em São Sebastião do Passe tiveram problemas de fornecimento na energia elétrica e os candidatos terão reaplicação. Menos de 1 mil candidatos estavam inscritos.
Medidas de prevenção
Segundo Alexandre Lopes, presidente do Inep, as medidas de prevenção contra o coronavírus serão as mesmas para todos os lugares e não haverá planejamento especial para os locais que estejam com aumento no número de casos.
Entre as medidas, estão:
Uso obrigatório de máscaras para candidatos e aplicadores;
Disponibilização de álcool em gel nos locais de prova e nas salas (a quantidade total só será conhecida após a aplicação do exame);
Recomendação de distanciamento social no deslocamento até as salas de provas;
Identificação de candidatos do lado de fora das salas, para evitar aglomeração – haverá marcações no piso para ter distanciamento, caso haja fila;
Contratação de um número maior de salas: na edição de 2019 foram 140 mil locais de aplicação; agora serão 200 mil;
Salas de provas com cerca de 50% da capacidade máxima;
Candidatos idosos, gestantes e lactantes ficarão em salas com 25% da capacidade máxima;
Higienização das salas de aulas, antes e depois do exame.
É recomendado que o candidato leve máscaras reservas para trocar, já que a prova tem duração máxima de 5h.
Candidatos com Covid
As provas do Enem ocorrem mais de duas semanas após as festas de fim de ano, quando houve aglomerações em todo o país.
Os sintomas de Covid-19 podem aparecer até 15 dias após o contato com o vírus, segundo especialistas. Isso significa que os candidatos podiam ter sintomas da doença próximo ao primeiro dia de provas.
O Inep prevê reaplicar a prova para quem tiver doenças infectocontagiosas, entre elas a Covid-19. Também entram na lista sarampo, rubéola, varicela e coqueluche, por exemplo.
Quem tiver diagnóstico positivo e laudo médico comprovando a situação de saúde uma semana antes das provas poderá entrar na página do participante, anexar os documentos, e pedir para refazer o exame em 23 e 24 de fevereiro. Caso os sintomas apareçam na véspera do exame, o indicado é ligar para o 0800-616161.
O que levar para o Enem
A informação divulgada pelo Inep afirma ser obrigatório levar os seguintes itens no dia da prova:
Caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente;
Documento oficial (original) com foto: carteira de identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), passaporte ou Carteira de Trabalho e Previdência Oficial (após 1997);
Máscara de proteção facial.
Itens recomendados:
Cartão de confirmação da inscrição;
Declaração de comparecimento impressa (se precisar comprovar presença). Ela pode ser baixada no site do Inep;
Máscaras extras para a troca;
Álcool em gel;
Lanche, água e outras bebidas não alcoólicas.
Itens proibidos:
Borracha, corretivo, chave com alarme, artigos de papelaria, impressos e anotações, lápis, lapiseira, livros, manuais, régua e caneta de material não transparente;
Óculos escuros, boné, chapéu, viseira, gorros ou similares;
Dispositivos eletrônicos como celulares, tablets, calculadoras, gravadores, pen drive ou mp3;
Alarmes, chaves com alarmes ou qualquer outro componente eletrônico;
Fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador e/ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens;
Protetor auricular;
Relógios de qualquer tipo.

Please enter banners and links.