Carros 2019: veja 60 lançamentos esperados até o fim do ano


Carros mais vendidos do país, Chevrolet Onix, Prisma, Hyundai HB20 e Toyota Corolla chegam renovados. Ao menos 5 fabricantes prometem lançar modelos elétricos. Carros esperados para o 2º semestre de 2019
Arte: Juliane Souza/G1
O segundo semestre do ano promete novidades importantes em todos os setores do mercado brasileiro. Os maiores lançamentos devem ser nos segmentos de maior volume: os dois carros mais vendidos do Brasil mudam nos próximos meses.
Enquanto a Chevrolet vai mostrar uma nova geração de Onix (e, consequentemente, do sedã Prisma), a Hyundai deve adotar uma reestilização profunda no HB20.
Os elétricos também prometem uma chegada em peso: depois da estreia do Renault Zoe, agora virão os demais modelos anunciados no fim do ano passado: Nissan Leaf, Chevrolet Bolt e Jac iEV 40. Outro lançamento deve ser o SUV de luxo movido a eletricidade da Audi.
E, por fim, o Toyota Corolla, em nova geração, será o primeiro carro híbrido flex do mundo. As novidades não param por aí. Veja a lista completa abaixo:
Audi
A4 – reestilização
Audi A4 Sedan
Divulgação
A atual geração do sedã mais tradicional da Audi ganha sua primeira mudança visual no Brasil – apresentada na Europa há alguns meses. A atualização deixou o modelo mais parecido com os “irmãos” maiores, A6 e A8.
Isso inclui faróis e lanternas com nova assinatura de LED, para-choques revisados, grade redesenhada e tomadas de ar maiores. A cabine ganhou uma central multimídia maior.
A6 – nova geração
Audi A6
Divulgação/Audi
O sedã atrasou, e a chegada ficou para o segundo semestre. Por aqui, ele será vendido com duas motorizações: um 2.0 de 245 cavalos para as versões mais baratas e um V6 3.0 e 340 cv nas mais caras. As duas variações serão complementadas com um conjunto híbrido leve.
A7 – nova geração
Primeiras impressões do Audi A7
O A7 também está confirmado para o país e vai compartilhar o motor V6 de 340 cv com o A6. Com ele, o sedã com jeito de cupê acelera de 0 a 100 km/h em 5,3 segundos. Este propulsor também conta com o sistema híbrido leve. O G1 avaliou o sedã no ano passado, na África do Sul.
A8 – nova geração
Audi A8
Divulgação/Audi
Sedã mais luxuoso da Audi, o novo A8 foi lançado há quase dois anos, mas ainda não chegou ao Brasil. A empresa trabalha para lançar o modelo até o fim do ano, mas ainda não garante a sua chegada. Em sua versão mais completa possui um motor V8 4.0 de 466 cv.
e-tron – modelo novo
Audi e-tron
Divulgação
A Audi espera lançar, até o fim do ano, seu primeiro carro totalmente elétrico aqui no Brasil. O SUV E-Tron já está à venda na Europa. Ele tem dois motores elétricos que, juntos, entregam 435 cv e têm autonomia de até 400 km.
Q3 – nova geração
Novo Audi Q3
Divulgação
Enquanto a atual geração do Q3 deixou de ser produzida na fábrica do Paraná, o novo ainda não teve confirmada a chegada ao país. A empresa estuda importar o modelo, e isso pode acontecer ainda em 2019, já que trata-se de um segmento bastante disputado. O Q3 ficou quase 10 cm mais comprido, e agora conta até com tecnologias de condução semiautônoma.
Q8 – modelo novo
Audi Q8
Divulgação/Audi
Um dos destaques do Salão do Automóvel, o maior SUV da Audi está confirmado para chegar no segundo semestre ao mercado brasileiro. Sua versão única será equipada com motor 3.0 V6 de 340 cv, câmbio automático de 8 marchas e tração integral.
BMW
Série 1 – nova geração
BMW Série 1
Divulgação
O hatch médio da BMW foi apresentado há pouco mais de um mês. E sua chegada ao Brasil está prevista para o final do ano. Inicialmente, será oferecida a versão mais potente disponível, M135i. Ela traz motor de 6 cilindros em linha e 3 litros. Entrega 306 cv e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos.
Série 3 320i – nova versão
BMW Série 3
Divulgação
O novo Série 3 começa a ser produzido no Brasil em sua versão mais popular: 320i. Deve contar com o motor 2.0 turbo flex de 184 cv já conhecido do público. Certamente custará menos do que os R$ 229.950 pedidos pelo 330i.
X4 M40
BMW X4 M40i
Divulgação
A opção mais esportiva do SUV cupê X4 começa a ser vendida até o final do ano. Também tem motor de 6 cilindros, mas com 360 cv e 51,5 kgfm. A BMW diz que ele acelera de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos.
Série 8 Coupe – modelo novo
BMW Série 8 Coupe
Divulgação
Em pré-venda por R$ 800 mil, o Série 8 Coupe foi uma das estrelas da BMW no último Salão do Automóvel. O belíssimo cupê tem quase 5 metros de comprimento, mas a agilidade é garantida pelo motor V8 4.4 e 530 cv. Com ele, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos.
X7 – modelo novo
BMW X7
Divulgação/BMW
Confirmado, o X7 chega este ano para ocupar o topo da gama da marca. O modelo tem versões a diesel com 265 e 400 cv e a gasolina com 340 e 462 cv. Ainda não está definido quais virão ao Brasil.
Caoa Chery
Arrizo 5 – reestilização
Chery Arrizo 5 ganhará interior mais tecnológico
André Paixão/G1
Com pouco mais de um ano de mercado, o sedã compacto Arrizo 5 vai ganhar uma atualização visual, restrita ao interior. A modernização inclui uma central multimídia mais integrada ao painel, novos comandos para o ar-condicionado e um quadro de instrumentos com tela digital.
Arrizo 5e – versão nova
Arrizo 5 tem versão elétrica na China
André Paixão/G1
No Salão de Xangai deste ano, a Caoa Chery confirmou estudos para vender a versão elétrica do Arrizo 5. O sinal verde foi dado, e o modelo chega ao Brasil entre outubro e novembro, importado, mas com possibilidade de produção em Jacareí (SP), onde a configuração a combustão já é fabricada.
O G1 andou no modelo, que tem motor de 122 cv e autonomia de 400 km. Seu preço ficaria na casa dos R$ 130 mil.
Tiggo 8 – modelo novo
Chery Tiggo 8 está confirmado para o Brasil
André Paixão/G1
Maior SUV da marca, o Tiggo 8 começa a ser vendido segundo semestre e será produzido na unidade de Anápolis (GO), ao lado de Tiggo 5X e Tiggo 7. Além do porte, o modelo vai se destacar por ter motor turbo e poder levar até 7 ocupantes. Seu preço deve ficar na casa dos R$ 130 mil.
Chevrolet
Bolt – modelo novo
Chevrolet Bolt
Divulgação/Chevrolet
Apesar de estar com pré-venda aberta, o elétrico Bolt só começa a ser entregue em outubro e em versão única, por R$ 175 mil. Traz motor de 203 cv e baterias que entregam autonomia de até 383 km. Ainda tem pretensão esportiva, já que acelera de 0 a 100 km/h em apenas 6,5 segundos.
Cruze (hatch e sedã) – reestilização
Chevrolet Cruze
Divulgação/Chevrolet
A estreia do novo visual do Cruze acabou ficando para a segunda metade do ano. As discretas mudanças incluem dianteira com grade maior e lanternas redesenhadas. Com o modelo saindo de linha na América do Norte, os exemplares vendidos no Brasil serão importados da Argentina.
Equinox Midnight – versão nova
Chevrolet Equinox Midnight
Fábio Tito/G1
Mostrado como conceito no Salão do Automóvel, o Equinox vai receber a edição especial de visual “all black”. Assim como nos “irmãos”, S10 e Tracker, a série ganha pintura preta nas “gravatinhas” da Chevrolet, nas rodas e exclui alguns cromados para garantir o efeito “dark”.
Prisma – nova geração
Salão de Xangai: veja detalhes do novo Chevrolet Prisma
Sim, o Prisma chegará antes do Onix, e tem vendas previstas para o início do último trimestre. A novidade será bem maior, mais sofisticada e mais cara do que o modelo atual (que permanecerá em linha como opção de entrada). A base é a versão apresentada no Salão de Xangai, em abril.
A fabricante confirmou que o novo sedã terá motor turbo, e porte próximo ao dos 4,40 metros de comprimento.
Onix – nova geração
A segunda geração do carro mais vendido do Brasil deverá ser o lançamento mais importante do segundo semestre – ele só deve chegar às lojas, porém, em 2020, depois do Prisma.
A Chevrolet promete um salto evolutivo no modelo: motor turbo, mais equipamentos e tecnologia. Tudo isso, porém, quer dizer preços mais altos. Também pode ser uma ótima razão para manter a versão atual em linha.
Fiat
Argo Sting – série especial
Fiat Argo Sting
Divulgação/Fiat
Mostrado no Salão do Automóvel, o Argo Sting ganhará as ruas ainda este ano, como uma série especial de apelo esportivo com motor 1.8 de até 139 cv – o que pode resultar na morte da configuração HGT. A edição adiantará uma reestilização do modelo e ainda poderá mudar de nome.
Cronos Sport – nova versão
Fiat Cronos Sport
Divulgação/Fiat
Assim como o Argo Sting, o Cronos Sport foi apresentado no Salão de São Paulo, deve ir além e virar uma versão de produção com apelo esportivo. O sedã recebe saias laterais, spoiler na tampa do porta-malas e rodas de 17 polegadas escurecidas. Deve trazer motor 1.8 e câmbio automático
Ford
Ranger – reestilização
Ford Ranger 2020
André Paixão/G1
Segundo a Ford, mais de 600 peças foram trocadas. O visual, no entanto, não está tão diferente – muda apenas na grade dianteira, para-choque e lentes dos faróis. A suspensão ganhou acertos específicos de acordo com o peso da versão. No fim, a picape está mais confortável e com mais equipamentos. Tudo isso pelo mesmo preço da linha 2019. O G1 já andou.
Honda
Civic – reestilização
Honda Civic 2019 para o mercado norte-americano
Honda/Divulgação
É necessário certo esforço para encontrar as novidades do Civic, e que devem estrear por aqui nos próximos meses. A principal delas está no para-choque dianteiro, que foi redesenhado e recebeu novas entradas de ar.
Hyundai
Elantra – nova geração
Hyundai Elantra
Divulgação/Hyundai
O sedã médio foi confirmado no Salão de São Paulo, sem data específica para chegar – o lançamento deve acontecer até o final do ano. O Elantra oferecerá motor 2.0 flex de 167 cavalos de potência e câmbio automático de 6 marchas, mesmo conjunto do Creta.
HB20 – reestilização
Hyundai HB20 flagrado em testes em Tatuí
Mayara Corrêa/G1
Com 7 anos de vida, não trata-se de uma troca de geração, como deve acontecer com o maior rival, o Chevrolet Onix. Mas a Hyundai tentará atualizar o máximo possível o hatch compacto para que ele continue competitivo. O novo HB20 já roda em testes pelo Brasil.
Palisade – modelo novo
Hyundai Palisade
Divulgação/Hyundai
O SUV “gigante” da Hyundai roda em testes pelo Brasil. Com seus quase 5 metros, promete levar até 7 pessoas com muito conforto e um motor V6 3.8 de 295 cv, aliado ao câmbio automático de 8 marchas. Deve ser o modelo mais caro da fabricante coreana à venda no país e será trazido pela Caoa, responsável pelos Hyundai importados.
Santa Fe – nova geração
Hyundai Santa Fe
Divulgação/Hyundai
Bem menor do que o Palisade, o Santa Fe finalmente será atualizado no Brasil. O SUV apareceu em testes em janeiro do ano passado, dias antes da estreia global. Quando chegar, pelas mãos da Caoa, terá motor V6 de 3.5 litros e 280 cv.
Jac
iEV40 – versão nova
Jac iEV40
Divulgação/Jac
Anunciado no ano passado, o iEV40 é o primeiro veículo de uma ofensiva elétrica da Jac no Brasil. Trata-se da versão “verde” do T40, um crossover compacto. Com motor elétrico entrega 115 cv e 27,5 kgfm, enquanto a autonomia é de 300 km. Custa R$ 139.990, e começa a ser entregue em agosto.
Picape elétrica – modelo novo
Picape da Jac Motors, chamada de T8 por lá, no Salão de Xangai 2019
André Paixão/G1
Ela ainda não tem nome, mas já teve sua chegada confirmada para este ano. Trata-se de uma variação da picape conhecida como T8 na China. Segundo Sergio Habib, chefão da Jac, poderá carregar 1 tonelada, com autonomia de 350 km. O preço? Na casa dos R$ 200 mil.
T60 – modelo novo
Jac iEV60 mostrado no Salão de Xangai é a versão elétrica do T60
André Paixão/G1
O único veículo a combustão que a Jac pretende lançar em 2019 é um SUV médio, que vai se chamar T60. Tem porte de Jeep Compass, e promete motor 1.5 turbo de 160 cv e câmbio CVT. Tudo isso custando cerca de R$ 100 mil. O T60 preencheria a lacuna entre o T50 e o T80.
Jaguar
XE – reestilização
Jaguar XE
Divulgação/Jaguar
Não parece, mas o Jaguar XE mudou. As novidades estão na grade pouco maior e o para-choque redesenhado, além de faróis e lanternas ligeiramente mais afilados. A cabine agora segue o visual dos demais modelos da Jaguar Land Rover, com comandos do ar-condicionado dispostos em uma tela com dois botões laterais. Deve chegar ao país mais para o fim do ano.
Kia
Soul – nova geração
Kia Soul GT-Line 2019
Divulgação/Kia
A chegada de novos carros da Kia ao Brasil vai depender da situação econômica. Se o dólar baixar, a fabricante deve iniciar a importação da nova geração do Soul. O crossover passou uma uma mudança radical no desenho, e agora traz motor 1.6 turbo de 204 cv.
Lamborghini
Huracan Evo
Lamborghini Huracan Evo
Divulgação
O esportivo mais “acessível” da Lamborghini passou pela primeira reestilização. Junto com o desenho levemente retocado, carrega o sobrenome Evo. É um dos poucos carros à venda que traz motor V10. Neste caso, uma unidade de 5.2 litros com 640 cv, capaz de levar o modelo da imobilidade aos 100 km/h em meros 2,9 segundos.
Land Rover
Range Rover Evoque – nova geração
Land Rover Range Rover Evoque
Divulgação/Land Rover
Um dos SUVs mais emblemáticos da Land Rover, o Evoque chegou à segunda geração. Desta vez, ele será importado da Inglaterra – a produção nacional foi suspensa. As entregas começam ainda em julho, e, inicialmente, apenas na versão topo de linha, R-Dynamic. Ela traz motor 2.0 de 300 cv e um pacote completo de equipamentos. Custa R$ 312.900.
Velar SVAutobiography – versão nova
Range Rover Velar SVAutobiography
Divulgação/Land Rover
O sobrenome é comprido e pode confundir. Mas este é o Velar mais esportivo que existe. A divisão de preparação da Land Rover colocou o conhecido motor V8 5.0 de 550 cv no SUV, fazendo com que ele acelere de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos, e alcance 274 km/h de velocidade máxima. Certamente custará bem mais do que os R$ 490 mil pedidos pelo atual Velar mais completo.
Discovery Sport – reestilização
Land Rover Discovery Sport
Divulgação/Land Rover
Se o novo Evoque não será produzido no Brasil, ao menos a unidade de Itatiaia (RJ) continuará montando o Discovery Sport. O modelo de entrada vai passar pela sua primeira reestilização. Ela inclui, principalmente, para-choques redesenhados, lanterna com novo formato e um interior modernizado. As motorizações atuais devem ser mantidas: 2.0 flex, de 240 cv, ou diesel, de 180 cv.
Lifan
X70 – modelo novo
Lifan X70
Divulgação/Lifan
Ainda sem confirmação da data de chegada, o X70 será a principal (e única) aposta da Lifan para 2019. O SUV, que tem porte do Compass, deve pintar por aqui em versão única, com motor 2.0 de 140 cv, câmbio CVT e tração integral. Ele até já foi visto em testes rodando pelo país.
Lexus
RX 450h – versão nova
Lexus RX 450h
Divulgação/Lexus
No último Salão do Automóvel, a Lexus prometeu que toda sua linha seria híbrida – o único produto que ainda não possui essa configuração é o SUV grande, RX. Por pouco tempo. A marca de luxo da Toyota vai substituir o RX 350 L pelo RX 450h. Na prática, entra um carro com motor V6, além de outro elétrico. Somado, o conjunto entrega 308 cv, e que acelera de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos.
Mercedes-Benz
AMG GT R Pro
Mercedes-AMG GT R Pro
Divulgação
A versão mais extrema do AMG GT desembarca no Brasil até o fim do ano. Ela traz o mesmo motor V8 4.0 biturbo da GT R, mas aprimorado para entregar 585 cv. Além disso, o peso foi aliviado, com adoção de fibra de carbono na suspensão dianteira. Também caberá ao GT R Pro inaugurar o novo estilo do esportivo.
Classe A Sedan – modelo novo
Mercedes-Benz Classe A Sedan
Divulgação/Mercedes-Benz
A inédita versão sedã do Classe A chegará importada do México. Ainda não se sabe quais serão as versões, porém, durante o Salão do Automóvel de São Paulo, no ano passado, o modelo estava representado pela configuração A 250, com motor 2.0 turbo de 224 cavalos de potência e câmbio de 7 marchas.
Classe A 35 AMG – nova versão
Mercedes-AMG A 35
Divulgação
O A 35 AMG é a versão “de entrada” da linha esportiva da Mercedes. O hatch traz um 2.0 turbo de 306 cv, que acelera de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos. Visualmente, o A 35 traz para-choque exclusivo, com apliques laterais para ajudar na aerodinâmica. Na traseira, as saídas de escapamento redondas identificam a versão, enquanto os olhares são atraídos para o grande aerfofólio.
GLC – reestilização
Mercedes-Benz GLC reestilizado é visto rodando em testes no Brasil
Caio Couto/VC no G1
Em abril, um mês depois de ser apresentado na Europa, o facelift do GLC apareceu em testes no interior de São Paulo. As alterações são leves. Enquanto os faróis tiveram o formato alterado, as lanternas ganharam novo desenho interno, com elementos quadrados. As rodas também são novas.
Nissan
Leaf – nova geração
Nissan Leaf
Divulgação/Nissan
Anunciado em novembro do ano passado, no Salão do Automóvel, e em pré-venda desde então, o Leaf será lançado oficialmente no Brasil já em julho. Segundo a Nissan, até maio, foram reservadas 16 unidades — cada uma custa R$ 178.400. O Leaf traz motor elétrico de 149 cv, e pode rodar até 389 km com uma carga.
Porsche
911 Carrera – nova versão
Por enquanto, apenas a versão Carrera S do 911 foi apresentada – o G1 já dirigiu o modelo, que custa R$ 679 mil. Até o final do ano, a Porsche apresenta (e começa a vender no Brasil) uma configuração mais “simples”, sem o sobrenome S. O próximo Carrera deve ter motor mais forte do que a geração atual, que entrega 370 cv.
Cayenne híbrido – nova versão
A nova geração do Cayenne já está à venda no Brasil, mas sua versão híbrida será lançada agora no segundo semestre. O modelo promete consumo de até 31,3 km/l vindo do motor 3.0 V6 em conjunto com o elétrico.
Cayenne Coupe – novo modelo
Porsche Cayenne Coupé
Divulgação
A Porsche decidiu entrar na briga em um segmento crescente: dos SUVs com carroceria cupê. O Cayenne deve enfrentar BMW X6 e Mercedes GLE Coupé. Entre as versões disponíveis, estão a Cayenne Coupé (sem sobrenome), com um 3.0 turbo de 340 cv, ou a Turbo, com um V8 4.0 de 550 cv.
Macan S – nova versão
Porsche Macan S
Divulgação
O Macan reestilizado está à venda desde o último Salão do Automóvel. A novidade para o segundo semestre é a chegada da versão mais “apimentada”, S. Com seu V6 de 3 litros sobrealimentado, traz 350 cv, contra 252 cv da versão básica. Promete acelerar de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos.
Ram
1500 gasolina – modelo novo
Ram 1500
Divulgação/Ram
A FCA planeja trazer, até o fim do ano, unidades da 1500 para o Brasil. O modelo é esperado para encarar as versões mais caras das picapes médias Hilux, S10, Ranger e Amarok. Seu porte, porém, é maior. São 5,81 m de comprimento, cerca de 50 cm a mais do que os demais modelos. Inicialmente, a 1500 deve ser oferecida com motor V6 3.6 a gasolina de 305 cv.
2500 – nova geração
Ram 2500 2019
Divulgação
A nova geração da picape “gigante” 2500 está confirmada para o Brasil. As vendas começam em novembro, mas ela já roda em testes no Brasil. O modelo, que exige categoria C da CNH, ganhou visual atualizado, e interior totalmente renovado, com direito a central multimídia vertical de 12 polegadas. Deve ser puxada por um motor V6 turbodiesel de 370 cv.
Renault
Logan – reestilização
O sedã não passa por alterações estéticas há quase 6 anos. Nesse período, ganhou equipamentos e novos motores. Agora, é a hora de mais novidades. A Renault deve promover uma pequena reestilização. As maiores expectativas são a chegada do câmbio CVT e uma versão com visual aventureiro (será o primeiro sedã do gênero no país).
Sandero – reestilização
Veja como ficou o Renault Sandero na linha 2020
Divulgação
O Sandero acompanha o Logan nas mudanças visuais. No entanto, elas devem ser concentradas na traseira do hatch, com lanternas que se prolongam pela tampa do porta-malas. Também passa a contar com opção de câmbio CVT, o que promete ajudar nos números de venda.
SsangYong
Musso – nova geração
SsangYong Musso
Divulgação/SsangYong
A segunda picape da marca no Brasil será a Musso. Sua chegada estava programada para o fim do primeiro semestre. Mas a programação mudou, e a nova data de lançamento é outubro. Debaixo do capô, mora um 2.2 turbodiesel de 181 cv e 43 kgfm de torque.
Rexton 7 lugares – nova geração
SsangYong Rexton
Divulgação/SsangYong
O SUV grandalhão de 4,85 metros de comprimento também deveria ter sido lançado no meio do ano. Mas, assim como a Musso, acabou ficando para outubro. Terá motor 2.2 turbodiesel de 181 cv e câmbio de 7 marchas herdado da Mercedes-Benz.
Suzuki
Jimny – nova geração
Suzuki Jimny
Divulgação/Suzuki
Uma das sensações do último Salão de São Paulo, no ano passado, a nova geração do Suzuki Jimny chega ao país no fim do ano, em novembro, mais precisamente. Ela terá o “sobrenome” Sierra, e será oferecida com motor 1.5 de 108 cv e câmbio manual ou automático. No entanto, a versão atual continuará sendo vendida, em uma faixa de preços mais baixa.
Toyota
Corolla – nova geração
Toyota Corolla sedã da 12ª geração
Toyota/Divulgação
Menos “tiozão”, o novo Corolla será o primeiro carro híbrido que pode ser abastecido com etanol e gasolina. A Toyota ainda afirma que o sedã deve ser o “híbrido mais limpo do mundo”. Fora isso, é esperada uma revolução no interior, bem mais moderno do que na geração atual. O visual externo seguirá o modelo europeu, menos ousado do que o americano. O lançamento será em outubro.
Prius – reestilização
Toyota Prius 2019
Divulgação/Toyota
O Corolla não deve ser a única novidade híbrida da Toyota até o fim do ano. É possível que a empresa traga a atualização visual do Prius. Ela foi apresentada em novembro de 2018, com traços menos polêmicos do que a versão atual. Além disso, há uma nova central multimídia, com tela vertical de 11,6 polegadas.
Volkswagen
Polo e Virtus GTS – versão nova
Volkswagen Polo GTS
Divulgação/Volkswagen
Hatch e sedã foram apresentados como conceitos durante o Salão do Automóvel, no fim do ano passado. Porém, de lá pra cá, a Volkswagen lançou outros modelos, mas ainda não deu previsão sobre a dupla esportiva.
Com um ritmo mais contido nas novidades da marca, os dois modelos devem pintar até o fim do ano. Possuem motor 1.4 turbo de 150 cv e câmbio automático de 6 marchas. Leia mais
Golf GTE – nova versão
Volkswagen Golf GTE
Divulgação/Volkswagen
Prometido há tempos, o Golf híbrido finalmente deve ganhar as ruas do Brasil, e fazer companhia para o único outro Golf restante – o esportivo GTI. Nesta configuração, o hatch médio utiliza um motor 1.4 turbo, aliado a outro propulsor, elétrico. Somados, eles entregam uma potência combinada de 204 cv.
Volvo
S60 – nova geração
Volvo S60
Divulgação/Volvo
O sedã mais importante da Volvo já deu as caras em alguns pontos do país. Importado dos Estados Unidos, começa a ser vendido no país logo no início do segundo semestre. Por enquanto, a versão confirmada é a T5, com motor 2.0 turbo de 254 cv. Também pode chegar a esportiva e híbrida, de até 428 cv.