Câmara aprova projeto que cria prêmio Paulo Gustavo de valorização do humor e da comédia


Ator e humorista foi um dos artistas mais populares e admirados do país. Prêmio será concedido a cinco artistas “que se destaquem por contribuições à cultura brasileira”. Paulo Gustavo, em foto de agosto de 2014
Fernando Souza/Agência O Dia/Estadão Conteúdo/Arquivo
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (7) um projeto que cria o prêmio Paulo Gustavo de valorização do humor e da comédia.
Ator e humorista , Paulo Gustavo foi um dos artistas mais populares e admirados do país. Ele morreu em maio, aos 42 anos, vítima de Covid-19. Criador da Dona Hermínia e de outros personagens inesquecíveis no teatro, na TV e no cinema, Paulo Gustavo tinha um estilo de humor acessível, baseado em cenas familiares e cotidianas.
Por se tratar de uma resolução da Casa, o texto não vai ao Senado e já foi promulgado pelos deputados durante a sessão desta quinta-feira (7).
Segundo o texto aprovado, o prêmio será concedido pela Câmara dos Deputados a cinco artistas, personalidades, grupos, organizações ou iniciativas “que tenham se destacado por suas contribuições à cultura brasileira através do humor e da comédia”.
A indicação ao prêmio Paulo Gustavo poderá ser feita por qualquer deputado no exercício do mandato. Cada parlamentar poderá indicar um único concorrente. Não poderão ser indicados, entre outros:
membros do Congresso Nacional no exercício do mandato ou pessoas jurídicas a eles vinculadas;
comissões permanentes ou temporárias do Congresso Nacional, ainda que em parceria com outras instituições;
servidores públicos em exercício no Congresso Nacional;
A administração e realização do prêmio ficará a cargo da Comissão de Cultura da Câmara. Caberá ao presidente do colegiado e seu segundo-secretário a distribuição do prêmio, que consistirá em diploma de menção honrosa.
VÍDEOS: notícias sobre política