Caio Castro e Rafa Kalimann são criticados após compartilharem vídeo em que pastor diz ser contra relacionamento homoafetivo


Após polêmica, ex-BBB e apresentadora apagou vídeo com declaração do pastor Claudio Duarte e pediu desculpas. Já o ator manteve publicação e afirmou: ‘Sou a favor do amor entre as pessoas. Mas existem pessoas que não são e precisamos respeitar’. Caio Castro e Rafa Kalimann
Reprodução/Instagram
Caio Castro e Rafa Kalimann foram criticados nas redes sociais após compartilharem em suas páginas um vídeo que o pastor Claudio Duarte diz ser contra relacionamento homoafetivo.
Após a polêmica gerada, a ex-BBB e apresentadora optou por retirar o vídeo e fez um pedido de desculpas.
Já o ator manteve a publicação e escreveu: “Sou a favor do amor entre as pessoas. Mas existem pessoas que não são e precisamos respeitar”.
Entenda o que aconteceu:
Em maio de 2017, o pastor Claudio Duarte foi o convidado do quadro “Elas querem saber”, no programa de Raul Gil, no SBT, e foi sabatinado por Val Marchiori, Thammy Miranda, Ciça Camargo e Lola Melnyk
O programa foi reexibido em 2020 e voltou a ser comentado, novamente, na última semana, quando, em 24 de maio, o perfil “Eu Profetizo”, repostou no Instagram o trecho em que o pastor diz ser contra ao relacionamento homofetivo
Neste domingo (30), Caio e Rafa respostaram o vídeo em suas redes sociais
As publicações geraram polêmica e muitas críticas aos dois
Rafa, então, optou por deletar a publicação e fazer um pedido de desculpas. A atriz e apresentadora chegou a receber uma mensagem do ex-BBB Gil do Vigor
Já Caio mantece a postagem, disse ser a favor de “qualquer ideia sobre relação homoafetiva” e seguiu: “Sou a favor do amor entre as pessoas. Mas existem pessoas que não são, existem pessoas que tem suas convicções e seus costumes diferentes. Mas precisamos respeitar.”
Postagem original
No vídeo compartilhado por Caio e Rafa, o pastor Claudio Duarte é questionado por Val Marchiori: “Mas você é contra casamento gay?”. Ao que ele responde: “Não. Não sou a favor do relacionamento. No mais, eu respeito, tenho minhas convicções e tenho a base daquilo que eu acredito”.
O vídeo compartilhado pelo perfil “Eu profetizo” traz um trecho maior da conversa, onde Claudio segue com sua explanação.
Initial plugin text
“Eu fui criado, é até algo muito difícil de falar, pra mim. Meu pai casou diversas vezes e fui criado por muitas famílias diferentes. E por onde passei, muitas vezes aí desses lares porque não falavam… não cumpria o padrão daquela casa. Eu me via mudando. Não fui maltratado. Mas eu tinha um padrão de uma casa que não era da outra e quando eu estava lá, as pessoas não me queriam, porque eu não seguia aquele padrão, isso aconteceu diversas vezes. O que aconteceu? Eu parei de falar, fiquei introvertido porque o que eu falava me causava mal.”
Emocionado, ele segue: “Mas em um desses lares, eu vivi om um cara que foi meu irmão. E ele era gay. Tinha a situação melhor que a minha. Eu usava o tênis dele, aquela época difícil. Usava as roupas. Mas o cara era meu irmão. O sangue dele não corria nas minhas veias. Mas a vida diz que há amigos mais chegados que irmãos. Eu não tenho problema nenhum. Eu tenho valores e não vou abrir mão deles. Se você me perguntar se eu acho certo, eu não acho, mas isso não nos torna inimigos.”
Thammy Miranda, que também participa do programa, cita: “Mas não é errado você achar errado”. E ele segue com a explicação.
“Por que não posso sentar ali com você e bater um papo? Por que não posso te dar um abraço, te respeitar? Por que você não pode fazer uma vista a igreja que eu pastoreio e ser bem recebido? Essa coisa absurda da extremidade que tornou o mundo no que está. Então eu nunca vou negociar com divórcio, com adultério, com homossexualismo. Eu não vou negociar, mas eu vou amar.”
Rafa Kalimann
Após uma série de críticas, Rafa, optou por deletar a publicação e fazer um pedido de desculpas.
“Quis vir aqui me desculpar por um vídeo que compartilhei no stories. Meu intuito era repassar aquilo para aqueles que tratam mal os lgbt’s por conta de religião, pra de uma vez por todas isso parar. Sinto muito se ofendi, e se pareceu que eu discordo de relacionamentos homoafetivos (jamais!!!). Apaguei depois de ver que estavam levando como uma opinião minha e está longe de ser. Muito pelo contrário.”
“Aquele vídeo foi enviado por um amigo homossexual em um dos nossos grupos. Ele e muitos outros acharam bacana ver um posicionamento diferente da maioria quando se trata de religião, foi um assunto que levantou muitas coisas legais lá. Entendi completamente o ponto de vista de vocês, respeito e peço desculpas pelo meu compartilhamento”, escreveu a apresentadora.
O ex-BBB Gilberto Nogueira, conhecido como Gil do Vigor, comentou a publicação de Rafa.
“Rafa, a questão é que ele disse que tem valores e que acha errado, mas respeita. E é contra isto que lutamos, contra pessoas que acham que relacionamentos homoafetivos são errados e contra os valores. Sou bicha e tenho valores! Mas que bom que você apagou e entendeu.”
Initial plugin text
Caio Castro
Caio Castro optou por manter o vídeo em sua rede e fez uma nova postagem para explicar o motivo do compatilhamento.
“Sobre casamento gay, sobre relacionamento gay, sobre qualquer ideia sobre relação homoafetiva: sou a favor, sim. Sou a favor do amor entre as pessoas. Mas existem pessoas que não são, existem pessoas que tem suas convicções e seus costumes diferentes. Mas precisamos respeitar.”
“Não precisamos nem devemos aceitar. Mas precisamos respeitar. E o vídeo que eu compartilhei é sobre esse ponto que o pastor está falando. Respeito. Respeitar as pessoas independente de qualquer coisa.”
Caio Castro faz post após vídeo polêmico
Reprodução/Instagram