Cadu Barcellos: relembre carreira do cineasta e diretor artístico


Cadu morreu na madrugada desta terça-feira (10), aos 34 anos, após ser esfaqueado no Rio de Janeiro. Cineasta Cadu Barcellos é morto no Centro do Rio; amigo fala em assalto
O cineasta Cadu Barcellos, de 34 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (10) após ser esfaqueado na esquina da Avenida Presidente Vargas com a Rua Uruguaiana, no Centro.
Pai de Bernardo, de 2 anos, Cadu é formado pela Escola Popular de Comunicação Critica (ESPOCC), projeto do Observatório de Favelas criado em 2005. Ele também trabalhou como coordenador na instituição.
Cadu Barcellos morre aos 34 anos; veja repercussão
Eu seu Twitter, Cadu se descrevia como “Carioca, Flamenguista, Cineasta, Pai e Produtor.” Ao longo da carreira, dirigiu o curta-metragem “Feira da Teixeira” e o programa ‘Crônicas das cidades”, exibido no canal Futura.
Cadu também participou da equipe de direção do longa “Cinco vezes favela – Agora por nós mesmos”, assinando o episódio “Deixa voar”. O filme foi exibido no Festival de Cannes 2010. Em 2012, integrou a equipe que escreveu e dirigiu o filme “5x Pacificação”.
Cineasta Cadu Barcellos é assassinado no Centro do Rio
Reprodução/TV Globo
Ele também fez parte da equipe de roteiristas da série “Mais X Favela”, que tem Babu Santana, Jonathan Haagensen e outras estrelas no elenco. A comédia conta a história de uma família típica do subúrbio carioca que passa por diversas transformações depois que o Faz-Tudo Boi, personagem de Babu, recebe o filho para morar com ele.
Em 2013, integrou a equipe de direção de Cacá Diegues no longa “Rio de fé”. No ano seguinte, participou da equipe de pesquisa do documentário “Favela Gay” (2014), que mostra a vida de LGBTs nas comunidades do Rio de Janeiro.
Initial plugin text
Em 5 de março de 2020, Cadu celebrou nas redes sociais seu ingresso na equipe do Porta dos Fundos. No canal, o cineasta era assistente de direção do “Greg News”, programa comandado por Gregorio Duvivier, produzido pelo Porta dos Fundos e exibido na HBO.
Cadu também estava envolvido na área musical e era diretor artístico do grupo musical No Lance desde 2017. A banda trabalha com um repertório eclético, misturando em suas apresentações hits de samba, pagode 90, sertanejo, funk e MPB.
Cineasta Cadu Barcellos é morto a facadas no Centro do Rio