Brasil tem 1.388 casos de sarampo em 2019; 95% deles estão em São Paulo, Bahia, Rio de Janeiro e Paraná

Veja a lista das 53 cidades do país com surto da doença. Faixa etária com maior número de casos é a de 20 a 29 anos, com 37% dos registros. 70% do público alvo ainda não se vacinou contra o sarampo em São Paulo
Desde a primeira semana de 2019, o Brasil registrou 1.388 casos confirmados de sarampo, sendo que 1.322 deles (95,2%) ocorreram no Rio de Janeiro, em São Paulo, na Bahia e no Paraná, que apresentam surto da doença (veja a lista das cidades abaixo). O restante, 66 infecções (4,8%), ocorreram nos outros estados do Brasil. Os dados são do Ministério da Saúde e divulgados nesta quarta-feira (14).
O sarampo é uma doença extremamente contagiosa causada por um vírus do gênero Morbillivirus, da família Paramyxoviridae. A transmissão pode ocorrer por meio da fala, tosse e/ou espirro. O quadro de infecção pode ser grave, com complicações principalmente em crianças desnutridas ou com sistema imunológico debilitado.
Sarampo: tire dúvidas sobre a vacina disponível no SUS
Sarampo: você está em dia com a sua vacina?
As últimas onze semanas epidemiológicas (20 a 31) apresentaram uma disparada no número de casos confirmados, intensificada pelo estado de São Paulo. Durante este período, 1.226 novos pacientes com a doença foram recebidos pelas unidades de saúde, sendo que 1.220 eram infecções ocorridas em território paulista.
Como é possível ver no gráfico acima, 99,5% dos novos casos que ocorreram desde o início de maio no Brasil estão em São Paulo. Apenas na última semana, o estado teve uma alta de 36% no número de infecções. Os dados da Secretaria Estadual da Saúde paulista apontam que a capital tem 75,5% desses pacientes.
Vacina do sarampo
Há uma campanha de vacinação nos estados brasileiros com surto, com doses disponíveis nas unidades do Sistema Único de Saúde. A população com idade entre 20 e 29 anos é a mais afetada até agora e, por isso, tem prioridade na imunização.
Nenhum dos estados com maior número de casos atingiu a cobertura vacinal de 95% da tríplice viral. A vacina garante a imunização contra sarampo, caxumba e rubéola em crianças de um ano de idade. Rio de Janeiro tem o menor índice, com 51,23% do grupo infantil protegido; depois, temos Bahia, com 61,69%; São Paulo, com 74,65%; e Paraná, com 89,53%.
Preciso tomar?
Cada estado tem uma campanha em curso. São Paulo quer vacinar 4,4 milhões de jovens de 15 a 29 anos. Até 8 de agosto, apenas 1,2 milhão de pessoas dessa faixa etária estavam protegidas – o número representa 27% da meta.
A vacina não é restrita ao público jovem – eles são o foco para garantir uma barreira de proteção contra o vírus enquanto há o surto. Veja abaixo quem pode/deve e quem não pode/deve receber uma dose contra o sarampo:
Bebês com menos de 6 meses: contraindicada a vacina em quaisquer circunstâncias.
Bebês de 6 meses a 1 ano de idade: devem tomar a vacina, dependendo da orientação. municipal. Alguns municípios do estado de São Paulo, Rio de Janeiro e a cidade de Salvador estão recomendando. Para informações, consulte o site.
Crianças de 12 meses: deve ser dada uma dose.
Crianças de 15 meses: devem receber a segunda dose.
Crianças e Adolescentes que só tomaram uma dose: devem receber a segunda dose.
Adolescentes e adultos jovens, de 15 a 29 anos, no Município de São Paulo: devem receber mais uma dose, independentemente do número de doses anteriores.
Pessoas até 29 anos de idade, em geral: devem ter 2 doses na vida, com intervalo de 1 mês entre elas.
Pessoas entre 30 e 50 anos de idade: devem fazer 1 dose se não souberem seu estado vacinal. Idealmente devem ter duas doses feitas na vida.
Pessoas com 60 anos ou mais de idade: não precisa ser vacinado. Mas não há limite de idade para receber a vacina. Idosos podem receber a vacina.
Lista de cidades com surto da doença
São Paulo:
Aspasia
Atibaia
Barueri
Caçapava
Caieiras
Campinas
Capela Do Alto
Carapicuíba
Diadema
Embu
Fernandópolis
Franca
Francisco Morato
Franco Da Rocha
Guarulhos
Hortolândia
Indaiatuba
Itapetininga
Itaquaquecetuba
Itu
Jales
Jose Bonifácio
Jundiaí
Mairiporã
Marilia
Mauá
Mogi Das Cruzes
Osasco
Pindamonhangaba
Piracaia
Poá
Praia Grande
Ribeirão Pires
Ribeirão Preto
Rio Grande Da Serra
Santo André
Santos
São Bernardo Do Campo
São Caetano Do Su
São Jose Do Rio Preto
São Jose Dos Campos
São Paulo
Sertãozinho
Sorocaba
Sumaré
Taboão Da Serra
Taubaté
Valinhos
Votorantim
Rio de Janeiro:
Nilópolis
Paraty
Bahia:
Salvador
Paraná:
Campina Grande do Sul