Bitcoin: a hora de investir é agora para se dar bem em 2020

<div class="media_box full-dimensions660x360">

<div class="edges">
<img class="croppable" src="https://img.r7.com/images/imagem-pixabay-20122019173302817?dimensions=660×360" title="Imagem: Pixabay" alt="Imagem: Pixabay" />
<div class="gallery_link">
</div>

</div>
<div class="content_image">
<span class="legend_box ">Imagem: Pixabay</span>
<span class="credit_box ">Programa Inova 360</span>
</div>
</div>

<p>Por Geraldo Marques</p>
<p>O mercado de criptomoedas é uma montanha-russa. Prova disso é o cenário atual que envolve a moeda mais famosa de todas: o Bitcoin. Depois de uma forte queda no fim de outubro, e que preocupou todos seus investidores, finalmente a moeda se estabilizou e, hoje, varia entre US$ 7 mil e US$ 8 mil, cada unidade. É claro que o fato pode desanimar alguns investidores que não perceberam, ainda, o que está por vir. Mas o cenário para o ano de 2020 é extremamente positivo.</p>
<p><strong><em>Quer saber o motivo para você, que investe em Bitcoin ou pretende investir, ficar otimista?</em></strong></p>
<p><em> </em>A explicação está na ocorrência do chamado <em>halving</em>, ou seja, quando a recompensa dos mineradores cai pela metade. Isso ocorre a cada 210 mil blocos minerados e tem uma equivalência a um intervalo de quatro anos. Explicando melhor: atualmente, para cada bloco minerado, o prêmio é de 12,5 bitcoins. E é justamente este valor que vai cair pela metade no ano que vem. Portanto, com a oferta caindo, mesmo que a demanda se mantenha da mesma maneira que se encontra hoje, o valor do Bitcoin vai subir, com toda certeza. Segundo tem sido noticiado pela mídia especializada, o Bitcoin deve ultrapassar os próximos 12 meses  com uma valorização acima de 100% por conta da aproximação do evento <em>halving</em>. Fato é que, entre todos os investidores e os que acompanham o dia a dia do Bitcoin, a expectativa é a mais positiva possível.</p>
<p><strong><em>Devo ou não investir em Bitcoin? A pergunta que não quer calar!</em></strong></p>
<p>Logo, se você ainda está pensando se deve ou não investir em Bitcoin, a minha resposta é um sonoro SIM. Separe cerca de 5% do seu</p>
<p>montante voltado para investimentos e comece com o Bitcoin, sem dúvidas, a melhor cripto para quem está começando a investir nesse mercado. Logicamente o valor investido no passado, aqui, não garante um retorno num futuro próximo. Mas, para quem quiser entrar no jogo a partir de agora, fato que terá uma oportunidade de ouro – ou seria de Bitcoin? – à sua frente.</p>
<p>Destaco, também, que é natural que o investidor de cripto esteja acostumado a variações muito altas, como tem sido nos últimos anos. Portanto eu, como especialista no assunto, percebo que esse mercado está adquirindo cada vez mais maturidade, deixando essas variações exageradas para trás. Então, a estabilidade começa a fazer parte do dia a dia de quem investe em cripto como um todo, pois a confiança e a segurança nesse tipo de investimento só aumentam.</p>
<p>Para finalizar, gosto de reforçar que o mercado de cripto oferece, obviamente, seus riscos. E, por, outro lado, é um dos mercados mais promissores, principalmente pelo fato de ser um dos principais investimentos para quem pretende diversificar sua carteira e obter ganhos que realmente valham a pena. Tanto que a criptomoeda é chamada de novo dinheiro, ou ainda, o “ouro digital”. Ou seja, não dá para ficar de fora.</p>
<p> </p>
<p><strong>Geraldo Marques</strong> assina a Coluna <strong>Mundo Blockchain</strong> no Inova360, parceiro do portal R7. É especialista em criptomoedas, co-fundador da Wibx, primeiro token do varejo nacional e sócio-fundador e CEO da Conectelo.</p>
<p><a href="http://www.conectelo.io">www.conectelo.io</a></p>
<p> </p>
<p> </p>
<p> </p>