Billie Eilish diz que ‘Garota de Ipanema’ é uma de suas músicas preferidas de todos os tempos


Cantora publicou vídeo de Astrud Gilberto e Stan Getz cantando a música de Tom Jobim e Vinicius de Morais e falou sobre influência na faixa ‘Billie bossa nova’, do seu novo álbum. Billie Eilish lança ‘NDA’ e assina videoclipe de single que integra novo álbum
Reprodução/Instagram
Billie Eilish disse que “Garota de Ipanema” é uma de suas músicas preferidas de todos os tempos e foi a maior inspiração da música “Billie bossa nova”, de seu novo álbum. “Happier than ever”.
Questionada por um fã no Instagram sobre a inspiração para a sua música, ela compartilhou um vídeo de Astrud Gilberto e Stan Getz cantando a música de Tom Jobim e Vinicius de Morais e escreveu:
“Tantas coisas [foram inspirações], mas essa música é uma das minhas favoritas de todos os tempos e tem que levar a maior parte do crédito.”
Billie Eilish fala sobre ‘Garota de Ipanema’ e mostra vídeo de Astrud Gilberto
Reprodução
Recentemente, a canadense Alessia Cara também falou ao G1 sobre bossa nova. Ela diz que ouviu só o ritmo brasileiro no último ano e que novo álbum tem faixas influência de bossa.
Como é o disco novo que tem ‘Billie bossa nova’?
O álbum mais esperado do pop em 2021 cumpre o desafio que botaram nas costas da Billie Eilish de ser a voz mais instigante dessa geração. Não sem drama. A ex-garota comum volta menos zoeira e mais adulta, mas ainda mordaz.
O disco é mais sério do que a bombástica estreia “When We All Fall Asleep, Where Do We Go?” (2019). Se antes ela revirava os olhos com a vida de adolescente e inventava histórias de terror, agora ela disseca os dramas de relações abusivas no trabalho e no amor.
A dupla com o irmão Finneas, que injetou criatividade e frescor no pop com música eletrônica produzida no quarto, segue afiada. Eles seguem expandindo os horizontes, mais confiantes, e vão do techno (“Oxytocin”) à bossa nova (título autoexplicativo “Billie bossa nova”).
É uma bossa de verdade – simplificada e levemente eletrônica. O estilo vira trilha para Billie ironizar o falso glamour da vida em turnê e o mistério de sua vida amorosa.
Billie Eilish
Divulgação