Bélgica empilha 90 mil toneladas de entulho em rodovia após enchentes; veja fotos


Móveis, paredes e telhados foram arrastados durante as fortes enchentes de julho deste ano; ‘lixão provisório’ serve para armazenar o material enquanto os centros de reciclagem estão abarrotados. Milhares de toneladas de lixo são empilhadas em estrada da Bélgica após enchentes, foto de 3 de setembro de 2021
Kilian Fichou/AFP
Uma cidade da Bélgica empilhou cerca de 90 mil toneladas de entulho em uma rodovia após as fortes enchentes que atingiram a região em julho deste ano.
Restos de móveis, paredes e telhados foram destruídos e o “lixão provisório” foi erguido para armazenar todo o material enquanto os centros de reciclagem estão abarrotados.
O plano do governo regional é reciclar até 60% dos destroços – que ocupam 8 quilômetros da rodovia A601 em Juprelle, perto da cidade de Liège – e incinerar o restante.
Móveis, paredes e telhados destruídos nas enchentes de julho são empilhados em rodovia da Bélgica, foto de 3 de setembro de 2021
François Walschaerts/AFP
A estimativa do Ministério do Meio Ambiente belga é de que toda essa operação de limpeza ainda deve durar mais pelo menos nove meses.
A região mais afetada pelas enchentes no país foi a Valônia, cuja principal cidade é justamente Liège.
Os maiores estragos estão em cidades e vilas ao longo dos rios Mosa (que nasce na França, passa pelo país e adentra a Holanda) e Vesdre, perto da fronteira com a Alemanha.
Veja mais fotos do lixão improvisado:
Caminhão passa ao lado de entulhos retirados após as enchentes na Bélgica, foto de 3 de setembro de 2021
François Walschaerts/AFP
90 mil toneladas de lixo foram retiradas após enchentes na Bélgica, foto de 3 de setembro de 2021
François Walschaerts/AFP
Lixo retirado após enchentes na Bélgica é enfileirado em rodovia, foto de 3 de setembro de 2021
François Walschaerts/AFP
LEIA TAMBÉM:
Tempestade Ida causa mortes e inundações em Nova York; FOTOS
Chuvas históricas deixam dezenas de mortos no nordeste dos EUA