Bebê morre após tomar remédio para dormir na creche

Após tomar uma dose letal de Benadryl, medicamento antialérgico destinado a adultos, um bebê de apenas oito meses faleceu. A fatalidade aconteceu quando Lori Conley, a responsável pela creche, tentou fazer o pequeno dormir. Para isso, ela lhe deu o remédio em grandes quantidades.

O problema se agravou quando Lori percebeu que o menino não acordava mais. Desesperada, ela chamou a ambulância e o bebê foi levado ao hospital Nationwide Children’s. Porém, ao chegar no local, ele já havia falecido.

Alguns dias após sua morte, os médicos realizaram os exames de autópsia, e descobriram que a causa do óbito havia sido o antialérgico. A mãe de Haddix ficou chocada ao saber o que havia acontecido. De acordo com ela, Lori não tinha autorização para medicar seu bebê. “Eu nem sabia que ela dava remédios pro meu filho”, contou em entrevista ao canal norte-americano ABC.

Consequências

Depois do incidente, a polícia descobriu que a creche estava sendo mantida ilegalmente. O fato acoplado a morte do pequeno acabou fazendo Lori ser condenada por homicídio e ir para a prisão.

A mãe do pequeno está abalada, e fez um desabafo emocionante nas redes sociais: “Eu quero que as pessoas saibam coisas boas sobre meu filho. Quero que saibam que ele amava sorvete, que estava com seu primeiro dentinho nascendo. Os pais deveriam partir antes dos filhos, meu filho foi embora cedo demais”.

Lidando com a morte de quem amamos

A morte de quem amamos é uma das experiências mais dolorosas que podemos viver. Para saber como passar pelo luto, e entender que precisamos sentir toda a tristeza para seguir em frente, veja nossa matéria sobre o assunto.