BC anuncia grupo de trabalho para desenvolver mercado de capitais e estimular a economia


Iniciativa foi anunciada nesta segunda em conjunto com o Ministério da Economia e a CVM. Lançamento da Iniciativa Mercado de Capitais
Karina Trevizan/G1
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, anunciou nesta segunda-feira (3) o lançamento de um grupo de trabalho para desenvolver o mercado de capitais e estimular o crescimento da economia.
“Nós temos uma Selic de 6,5%, mas quando olhamos alguns canais de transmissão, eles não se fazem apropriados e o recurso não chega no lugar onde ele deveria, ou com a eficiência devida, porque nós temos muitos problemas micro”, disse Campos Neto.
As medidas, que farão parte de uma iniciativa batizada de “Iniciativa Mercado de Capitais”, ou IMK, foram anunciadas em conjunto com o Ministério da Economia, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima) e Superintendência de Seguros Privados (Susep).
“Ter a taxa de juros a 14, 15, 16% é igual a pilotar um avião sem instrumento. Você consegue ver até a nuvem. Mas quando os juros caem é como se você começasse a ver todo o horizonte, todas as imperfeições que existem em sua volta. Eu acho que é muito importante que todos entendam que, tão importante quanto a parte macro, agora é importante a gente focar na parte micro”, disse Campos Neto.
Medidas
Campos Neto disse que os objetivos do grupo de trabalho são “propor medidas de aperfeiçoamento regulatório”, “estimular o crescimento da poupança de longo prazo” e “desenvolver os mercados de capitais, de seguro e de previdência complementar”. A coordenação será do BC.
“Nossos esforços serão voltados à modernização e ampliação do ecossistema de instrumentos de private equity, do mercado imobiliário, de hedge, de mercado de derivativos, além de produtos de seguradoras, entre outros”, listou o presidente do BC.