Baterista Alfredo Dias Gomes toca temas de John Coltrane e Duke Ellington no álbum ‘Jazz standards’


♪ Um ano após lançar álbum com repertório inteiramente autoral, Solar (2019), o compositor e baterista carioca Alfredo Dias Gomes volta ao mercado fonográfico com disco de intérprete. Como já explicita o (óbvio) título, o álbum Jazz standards apresenta abordagem de clássicos do cancioneiro do gênero musical norte-americano. O 12º título da discografia do músico está sendo lançado em CD e em edição digital.
Como a maioria dos músicos da cena instrumental brasileira, Alfredo Dias Gomes exercita desde sempre a influência do jazz, presente em toda a discografia do baterista. Até porque, já no início da carreira, o artista gravou e tocou com Hermeto Pascoal com a experiência de já ter tido aulas, aos 16 anos, com o baterista e percussionista norte-americano de jazz Don Elias (1939 – 2006).
No álbum Jazz standards, Alfredo Dias Gomes aborda temas como Caravan (Duke Ellington e Juan Tizol, 1936), Cherokee (Ray Noble, 1938), A night in Tunisia (Dizzie Gillespie e Frank Paparelli, 1942), Lazy bird (John Coltrane, 1958) e Giant steps (John Coltrane, 1960), entre outros clássicos do jazz.
Capa do álbum ‘Jazz standards’, de Alfredo Dias Gomes
Leandro Marques