Bateria do celular está sendo usada para medir tempo, diz pesquisa

O tempo para realizar alguma tarefa e até a distância para algum destino estão sendo medidos pela quantidade de carga na bateria do celular. Essa é a tese de uma pesquisa da Universidade de Londres. 

“As pessoas não pensam mais no destino a 10 km ou 10 paradas no metrô. Eles acham que está a 50% da bateria ”, disse o autor do estudo, Dr. Thomas Robinson.

Durante as entrevistas, Robinson identificou que quanto maior a carga da bateria mais positivos eram os sentimentos dos voluntários. Porém, quando o indicador baixava da metade, o sentimento era de angustia e ansiedade. 

Quem conseguia manter o nível da bateria alto era classificado pelos entrevistados como alguém que sabe planejar e se organizar. Por outro lado, quem deixava o aparelho parar de funcionar por falta de carga era visto como desorganizado e até imprudentes.

“Os telefones se tornaram um nexo para tudo o que somos, e a incapacidade de gerenciar efetivamente a bateria se tornou um símbolo da incapacidade de gerenciar a vida”, diz Robinson.

A conclusão da tese foi obtida após entrevistas com 22 londrinos com idades entre 23 e 57 anos. Todo esse grupo tinha como característica principal fazer trajetos diários que levam de uma hora a até três horas.

Leia também:

Aprenda 6 medidas desesperadas para economizar o fim da bateria