Ave mais perigosa do mundo mata seu próprio criador nos EUA

Um homem de 75 anos foi atacado por uma de suas aves da espécie casuar em seu próprio quintal na Flórida, nos EUA. O idoso era criador da ave e tinha licença do estado para praticar compra e venda

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques

A ave da espécie casuar é considerada uma das espécies de pássaros mais perigosos do mundo. Com garras afiadas, o animal pode correr até 50 km/h e saltar a uma altura de até 7 metros. Pode ser encontrada facilmente na Austrália 

Leia também: Aranha vence briga com cobra venenosa e finaliza comendo o réptil

Marvin Hajos era criador da ave casuar e sofreu um ataque do pássaro ao cair no próprio quintal e não conseguir se levantar. O homem ainda ligou para emergência, mas não obteve sucesso

Leia também: Baleia é achada morta com um feto e 22 kg de plástico no estômago

Passado um tempo, outra pessoa ligou novamente para a emergência para socorrer o idoso que estava gravemente ferido. Quando Hajos chegou ao hospital, morreu por não resistir aos ferimentos

Leia também: Filhote de tubarão branco é salvo por surfistas na África do Sul

A ave casuar tem garras afiadas que podem chegar a 10 cm. Segundo pesquisadores do zoológico dos EUA, uma arranhada do animal é capaz de rasgar qualquer pele. Autoridades da Flórida informaram que a ave ainda está sendo mantida na casa do idoso 

Leia também: Espécie de camundongo consegue emitir sons para se comunicar

O caso de Marvin Hajos é o segundo com histórico de morte, o primeiro aconteceu em 1926. Atualmente são mais de 200 registros de ataques não fatais causados pela ave

Leia também: Elefanta usa uma prótese na pata após pisar em uma mina terrestre