Autores do hit ‘Colegagem’ fizeram funk que virou sensação nas redes sociais em 48h


Miguel Corleone, o DJ Swag do Complexo do Alemão, e o cantor Oly, estão bombando com a versão apimentada da música “Por Supuesto”, de Marina Sena. Conheça o hit “Colegagem”, que está bombando nas redes sociais
Entre uma atividade e outra como recepcionista em uma clínica veterinária em Copacabana, o atendente Marcos Oliveira, de 24 anos, tentava montar um repertório para se apresentar como cantor em uma roda cultural. Ou melhor, ele não. Mas Oly, seu alterego artístico.
Ao escolher a música “Por Supuesto”, da cantora Marina Sena, ficou com o refrão da canção na cabeça. Até que no lugar do verso “Eu já deitei no seu sorriso”, veio “Eu já sentei para o seu marido”. Oly curtiu a versão apimentada da coisa, ligou para o produtor Miguel Corleone, que também trabalha como DJ, o DJ Swag, e passou a visão.
Corleone achou bom, mas não podia produzir uma música em cima de uma frase. Pediu então que o amigo, com quem já tinha feito outros trabalhos, escrevesse o resto da música e passasse no dia seguinte na produtora.
Missão dada é missão cumprida e, no dia seguinte, Oly já tinha letra – que inclusive faz menção a um ex-crush -, e em 30 minutos Corleone colocou as batidas, alterou a voz de Oly e produziu “Colegagem”.
Oly e Swag: bombando nas redes sociais com hit apimentado
Reprodução/Redes sociais
Música virou hit nas redes sociais
No resto do tempo, eles inventaram a coreografia que está bombando no Tik Tok, sendo replicada em outras redes sociais e se candidatando a hit do verão de 2022.
Pelo menos é isso que os números apontam. No Twitter, uma das postagens com a música tinha quase 1 milhão de visualizações até a sexta (19). No Tik Tok, mais de 1,6 milhão. No Instagram, a própria Marina Sena fez questão de deixar um comentário nas redes sociais de Swag dizendo que estava “viciada” na versão para delírio dos meninos e dos fãs da dupla.
Marina Sena no Instagram: viciada na versão apimentada
Reprodução/Redes sociais
“Foi muito assustador porque foi despretensioso. Fiz a letra em um dia, produzimos a música no outro, fomos dormir e acordamos com a batida explodindo no Tik Tok”, disse Oly, que faz seu trabalho como cantor em cima do pop e de referências do R&B.
Corleone, que na verdade se chama Vagner Lúcio e tem apenas 21 anos, também trabalha com música. Ele faz parte de um grupo de hip hop do Complexo do Alemão, onde mora, se apresenta como DJ na noite da Zona Norte carioca tocando funk e produz todo tipo de música na produtora Cluster.
“Eu trabalho com música, vivo de música, claro que tem mês que a coisa fica mais apertada. Mas é o que eu amo”, diz ele que, junto com Oly, já está negociando as licenças para habilitar “Colegagem” nos serviços de streamings de música do país.
“Eu ainda não estou tendo noção do que rolou, do tamanho da coisa. Mas aqui no bairro já está vindo todo mundo falar comigo. É muito emocionante”, diz sobre o gostinho do sucesso.
Oly e Swag: dupla hitou com “Colegagem”
Reprodução/Redes sociais