Ator de musicais, Fábio Ventura se lança como cantor e compositor em disco com ‘Sentimentos e sentidos’


Artista mostra ‘A cor da flor’ em setembro em single com o piano e a voz de Zé Manoel. ♪ Em cena desde 1995, o ator, cantor e compositor carioca Fábio Ventura estreou o primeiro show em 1999 na cidade natal do Rio de Janeiro (RJ), onde ficou em cartaz ao longo do ano de 2000. Contudo, a carreira solo de cantor ficou em segundo plano por conta da atividade do artista como ator de musicais de teatro como Cambaio (2001) e Love story (2016), do qual foi protagonista.
Nascido em 14 de agosto de 1976, Ventura aproveita o 45º aniversário para repor o cantor sob os holofotes e lançar o primeiro disco, se apresentando como compositor.
Programado para a sexta-feira, 13 de agosto, véspera do aniversário do artista, o single autoral Sentimentos e sentidos é o primeiro título da discografia de Ventura, que atualmente reside na cidade de São Paulo (SP).
Capa do single ‘Sentimentos e sentidos’, de Fábio Ventura
Caio Bonicontro
A música Sentimentos e sentidos chega ao mundo digital em gravação feita com produção musical de Emanuel Sant’Anna, arranjador das cordas tocadas por Paulo Silva Gomes (violão de aço e violão de nylon), Juan Rogers Soares Rodrigues (violoncelo), Roberton Rodrigues de Paula (violino) e Rodrigo Canonico Pogian Lopes (viola) com pegada que evoca a música cigana entranhada na cultura flamenca.
O cajón, o ganzá e o surdos percutidos por Mestre da Lua embasam Sentimentos e sentidos, single produzido em julho e ao qual se seguirá um segundo single autoral, A cor da flor, samba gravado por Fábio Ventura com a participação do cantor e pianista Zé Manoel e previsto para ser lançado em setembro.
Cordas e o piano de Zé Manoel harmonizam com delicadeza o samba e dão o tom suave de A cor da flor, mantido nos cantos de Zé Manoel e de Fábio Ventura.