Arismar do Espírito Santo troca o baixo pelo piano e o violão no álbum ‘Cataia’


Multi-instrumentista paulista lança disco em que forma trio com os músicos curitibanos Glauco Sölter e Mauro Martins para a execução de onze temas autorais. ♪ Embora seja multi-instrumentista, o compositor e músico paulista Arismar do Espírito Santo se notabilizou pelo toque do baixo. Por essa habilidade sobressalente, o álbum lançado pelo artista nesta segunda quinzena de dezembro de 2020, Cataia – Da folha ao chá, se diferencia de discos como Flor de sal (2017), Roda gingante (2015) e Roupa na corda (2013).
Em Cataia, disco cuja capa expõe arte de Luiz Carlos Gonçalves, Arismar não toca baixo em nenhuma das onze faixas gravadas ao vivo em performances no estúdio da loja Gramofone +, em Curitiba (PR).
O piano – na maioria das 11 composições autorais – e o violão são os instrumentos tocados por Arismar do Espírito Santo, com a liberdade do improviso, neste disco em que o músico também usa a voz na apresentação do repertório.
Capa do álbum ‘Cataia – Da folha ao chá’, de Arismar Espírito Santo
Arte de Luiz Carlos Gonçalves (Caco Artes)
A viagem é feita pelo artista na companhia dos músicos paranaenses Glauco Sölter (responsável pelo toque do baixo no disco) e Mauro Martins (na bateria).
O baixista Glauco Sölter teve a primazia de ouvir as músicas que compõem o repertório autoral de Cataia quando estava com Arismar na Ilha do Mel, no Paraná, onde surgiu a ideia de registrar em disco temas como Caindo em si, Célia, Chegança, Papagaio, Pico alto, Pitaia, Seu Hélio, Tereza e 10 passitos.
Já o baterista Mauro Martins teve o caminho cruzado com o de Arismar em 2017, quando ambos participaram de festival em Basel, na Suíça.
Reunido em Curitiba (PR) no verão de 2019, o trio gravou o álbum Cataia. Metade do repertório do disco – lançado em edição digital e no formato de CD – foi captada ao vivo com a presença do público. A outra metade foi ensaiada, mas também foi registrada sem interrupções, com a dinâmica das apresentações de Arismar em shows.