Após extinção de incêndio, Parque Estadual de Ibitipoca será reaberto na próxima semana


Informação foi divulgada nesta quarta-feira (30) pelo diretor-geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF). Chamas começaram na madrugada de segunda-feira (28) e o local precisou ser fechado. Incêndio foi controlado por brigadistas com apoio do IEF e Corpo de Bombeiros
Gabriel Fortes/Arquivo Pessoal
Apesar das chamas que consumiram cerca de 500 hectares de uma área dentro do Parque Estadual de Ibitipoca, durante incêndio que teve início na madrugada de segunda-feira (28) e foi controlado na noite desta terça-feira (29), a unidade de conservação ao público será reaberta na próxima quarta-feira (8).
O anúncio foi feito nesta quarta-feira (30) pelo diretor-geral do Instituto Estadual de Florestas, Antônio Malard.
Segundo ele, o fogo no interior da unidade de conservação foi extinto, mas está sendo feito todo o acompanhamento para que não ocorra nenhuma reignição.
“Desde domingo, nós temos cerca de 100 pessoas, entre brigadistas, voluntários, servidores do IEF, a comunidade, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar atuando efetivamente no combate a esse incêndio. Nós tivemos, infelizmente, uma área queimada no interior da unidade de 350 hectares e na zona de amortecimento 150 hectares. Além desse aparato humano, nós contamos com cerca de 10 veículos, quatro aeronaves – sendo 2 helicópteros e 2 aviões air tractors- que fazem o lançamento de água, além de uma ambulância que ficou à disposição, mas que felizmente não precisou ser utilizada” explicou.
E, frente a toda essa operação, felizmente a extinção desse incêndio no interior da unidade de conservação, a boa notícia é que estamos aptos novamente a reabrir a unidade de conservação ao público já na quarta-feira. Na próxima segunda-feira (6)estará disponível o serviço de agendamento, explicou Antônio Malard.
O IEF realiza uma campanha de conscientização de prevenção a incêndios todos os anos. E, segundo o diretor do órgão, é muito importante que sejam realizados trabalhos de comunicação, educação ambiental, mostrando pras pessoas a importância em prevenir os incêndios.
“O objetivo é garantir que a população não coloque em risco a unidade de conservação. Prevenir é sempre a melhor ação, porque combater torna-se muito complicado como foi mostrado nessa ação, especificamente, em Ibitipoca.”
Segundo o diretor do IEF, cerca de 99% dos incêndios são provocados pelo homem. “Nesse incêndio específico não sabemos se foi intencional ou se foi criminoso, isso precisa ser melhor apurado mas sempre é muito difícil identificar quem provocou o fogo,” finalizou.
Incêndio
O incêndio teve início na madrugada de segunda-feira (28) em um terreno de propriedade particular ao lado do Parque Estadual do Ibitipoca e rapidamente se espalhou.
Por causa da situação, a reabertura do local, que estava marcada para esta quarta-feira (30), foi adiada pelo IEF.
Incêndio no Parque Estadual do Ibitipoca
Corpo de Bombeiros/Divulgação
Conforme os bombeiros, o fogo não chegou a atingir estruturas do parque, como a sede e a portaria, e estava espalhado em focos na vegetação.
Durante o incêndio, equipes foram lançadas em campo com o apoio de lançamento de água pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros e por um avião airtractor do IEF.
O objetivo do uso destas aeronaves foi jogar grandes quantidades de água nas áreas queimadas.
Brigadistas no combate ao fogo no Parque Estadual do Ibitipoca
Gabriel Fortes/Arquivo Pessoal