Aplicativos de transporte e locadoras aderem ao uso de divisórias contra coronavírus


Principais empresas do setor estão oferecendo esse tipo de proteção contra a Covid-19 no Brasil, mas películas ainda estão restritas às capitais e não abrangem toda a frota. Divisórias de proteção se tornam mais comuns pelo Brasil, mas não abrangem toda a frota
Divulgação
Os principais aplicativos de transporte e locadoras aderiram ao uso de divisórias dentro do carro como maneira de prevenir o contágio do novo coronavírus. Em maio, 2 empresas estavam utilizando a proteção, e o número subiu para 6 no final de julho.
A iniciativa é considerada válida no combate à doença por infectologistas. Médicos ouvidos pelo G1 alertam que a barreira precisa ser higienizada constantemente durante o dia. Além disso, afirmam que soluções caseiras, feitas com material plástico fino e sem rigidez, podem trazer perigo pela dificuldade de limpeza.
Como a pandemia afeta os motoristas de aplicativos
Veja quem aderiu ao uso de divisórias
99
Escudo protetor da 99
Divulgação
Desde de 16 de junho a 99 está distribuindo gratuitamente escudos protetores para seus motoristas de maneira gradual em 15 cidades do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza, Curitiba, Natal, Belém, Recife, Manaus, Vitória, Goiânia, Salvador, Brasília e Florianópolis.
De acordo com a empresa, o valor investido é de R$ 900 mil nas divisórias de proteção, e o objetivo é chegar a 10 mil unidades nesta primeira fase. De acordo com a 99, os motoristas com mais corridas estão sendo priorizados para receber a proteção “para atingir o maior número possível também de passageiros”.
O aplicativo 99 está presente em mais de 1.600 cidades no Brasil e tem cerca de 600 mil motoristas cadastrados no país, segundo dados mais atualizado da empresa.
A divisória é feita de um plástico “resistente”, diz a empresa, e a limpeza pode ser feita com álcool 70 ou sabão.
Uber
Instalação de divisória da Uber
Divulgação
Desde o início de junho, o Uber está instalando sua divisória em carros na cidade de São Paulo. Em julho, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Brasília e Salvador também passaram a ter o serviço. A previsão é que as divisórias cheguem em breve a Goiânia, Curitiba e Recife; somando o total de 10 cidades.
A empresa, que tem cerca de 1 milhão de motoristas parceiros em 500 cidades do Brasil, não revelou a quantidade de divisórias que serão distribuídas.
O escudo é fornecido de graça para os certos motoristas que estão na categoria Diamante do programa de fidelidade Uber Pro — aqueles com mais viagens e melhor avaliados pelos usuários.
No entanto, a divisória também é oferecida ao preço de R$ 150, e pode ter descontos de 75%, 50% ou 40% a depender da categoria do motorista.
Ele é feito de plástico PET, com espessura de 1 mm, e pode ser higienizada com desinfetante e outros produtos de limpeza, diz a empresa.
Localiza
Película protetora da Localiza
Divulgação
A locadora começou a disponibilizar em junho as películas contra a Covid-19 em 19 cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Campinas, Santos, Vitória, Porto Alegre, Curitiba, Londrina, Salvador, Recife, Fortaleza, São Luís, Manaus, Belém, Goiânia, Brasília, Cuiabá e Campo Grande.
Com uma frota de cerca de 325 mil veículos, a Localiza está distribuindo, gratuitamente, 5 mil dessas divisórias em carros alugados por clientes.
A empresa diz que a divisória é feita de “um material rígido, com 2mm de espessura, porém flexível para garantir a segurança”.
Movida
Película para motoristas de app da Movida
Divulgação
A Movida, locadora com um frota de cerca de 119 mil carros, está começando a oferecer uma película de proteção para motoristas de aplicativo. O serviço abrange as unidades Vila Leopoldina e Arincaduva, ambas na cidade de São Paulo, e em São Caetano.
Ao preço de R$ 20 por mês, o item pode ser adicionado ao pacote de aluguel. A empresa diz que pode fornecer “quantas películas forem necessárias para atender a demanda”.
A divisória é feita de PVC e utiliza velcro para a fixação. De acordo com a locadora, ela é feita de um material resistente e pode ser lavada com álcool ou desinfetante.
Cabify e Unidas começaram em maio
Locadoras e aplicativos de transporte começam a aposta em divisória contra o coronavírus no Brasil
Divulgação
Em meio à pandemia em maio, Unidas e Cabify criaram variedades de película para a instalação entre os assentos dianteiros e traseiros dos veículos.