Anitta canta música de Sam Smith em álbum para o mercado internacional


Entenda a conexão empresarial que fez com que a artista ganhasse composição do astro inglês. ♪ Em janeiro de 2019, o cantor e compositor inglês lançou música, Dancing with a stranger, feita e gravada com a cantora norte-americana Normani com a colaboração de Stargate, dupla de compositores e produtores musicais sediados em Los Angeles (EUA).
Um ano e meio depois, neste mês de julho de 2020, Anitta revela – em entrevistas para promover o recém-lançado single Tócame – que há música de Sam Smith no repertório do álbum que gravou com produção executiva de Ryan Tedder para o mercado internacional e que pretende lançar até o fim de 2020.
Aparentemente desconexos, os dois fatos estão ligados e são produtos de conexões empresariais recorrentes na indústria do disco. Em bom português, ao decidir ter a carreira gerenciada pelo empresário Brandon Silverstein, Anitta teve o contato facilitado com Sam Smith – e não foi por acaso que o cantor inglês começou a seguir a artista brasileira em rede social em novembro de 2019.
É que Silverstein também empresaria a cantora Normani, tem contato com Smith e está abrindo (outros) caminhos para Anitta no mercado externo. Ou seja, é por conta dessa rede de contatos empresariais que Anitta ganhou música de Sam Smith, artista aclamado mundialmente em 2014 pelo teor emocional das canções do álbum de estreia do cantor, In the lonely hour, lançado em maio daquele ano de 2014.
Moral da história: tudo parece espontâneo na corrente mainstream do universo pop, mas as colaborações no mundo do disco são cada vez mais frutos de conexões empresariais.