Agente literária e editora de Dom Phillips querem ‘recuperar e publicar’ pesquisa de jornalista sobre Amazônia


Segundo a revista The Bookseller, a agente Rebecca Carter informou que quer garantir que trabalho de Dom ‘não tenha sido em vão’. Dom Phillips estava escrevendo livro sobre a Amazônia
Reprodução do Jornal Nacional
A agente literária do jornalista Dom Phillips e a editora Manilla Press, do grupo inglês Bonnier Book, querem garantir que o trabalho de pesquisa de Dom sobre a Amazônia não “tenha sido em vão”.
Segundo a revista britânica especializada no mercado editorial The Bookseller, a agente literária Rebecca Carter informou esperar que o livro que Dom estava trabalhando junto a Bonnier Book, seja “recuperado e publicado”.
Em 1 de junho, Dom deixou Salvador, na Bahia, onde morava, para uma viagem junto a Bruno Pereira na região do Vale do Javari (AM) para fazer a pesquisa para seu livro “How to save the Amazon (Como salvar a Amazônia)”. Os dois desapareceram em 5 de junho e, após longas buscas, os corpos de Dom e Bruno foram encontrados em 15 de junho.
Bruno Pereira e Dom Phillips: a cronologia do caso, desde o início da viagem
Ainda de acordo com a Bookseller, Rebecca Carter, agente literária de Dom, chamou o assassinato do jornalista de “golpe profundo” e afirmou:
“Eu tenho a esperança de que esse livro possa ser resgatado e publicado, e eu sei que existem muitas pessoas excelentes e qualificadas que querem ajudar para que isso aconteça, para garantir que todo o trabalho que Dom realizou, e todos os riscos que ele assumiu, não tenham disso em vão.”
“How to Save the Amazon” estava previsto, inicialmente, para ser lançado em abril de 2023.
Margaret Stead, editora da Manilla Press, também falou sobre a esperança em manter o projeto.
“Estamos profundamente chocados e consternados com as mortes de Dom Phillips e Bruno Pereira. Nossos pensamentos estão com suas esposas e familiares nesse triste momento. Todos nós que o conhecemos fomos tocados pelo brilhantismo e determinação de Dom, e com a poderosa mensagem que ele desejava transmitir em seu livro, How to Save the Amazon. Queremos muito encontrar maneiras de homenagear Dom, e sua essencial e importante mensagem.”
Jornalista Dom Phillips estava na Amazônia para entrevistas indígenas para escrever um livro