Afrocidade põe na rua ‘Vivão’, primeiro álbum da big band baiana formada há dez anos


Grupo expõe contradições sociais nas rimas de ‘Topo do mundo’, música eleita para ser o primeiro single do disco. ♪ Big band baiana, Afrocidade lança o primeiro álbum, Vivão, dez anos após ter sido formada em 2011 pelo músico e arte-educador Eric Mazzone a partir da atuação como mestre de oficinas de percussão no núcleo de música da Cidade do Saber, no município de Camaçari, região metropolitana de Salvador (BA).
Produzido pela própria Afrocidade, em parceria com Mahal Pita, e previsto para chegar ao mercado fonográfico no fim deste mês de outubro de 2021, o álbum Vivão mistura afrobeat com pagodão baiano na faixa Toma e traz a voz da conterrânea Luedji Luna na música Lua branca.
Contudo, a primeira faixa a ser mostrada é Topo do mundo em single que será lançado na quinta-feira, 7 de outubro, com capa criada por Raphael Brito a partir de foto de Gabriela Palha.
“Helicóptero dos milicos, bandido envolvido em fraude / Sobrevoa de boa e a playboyzada no playground / Crianças brincam outras morrem na desigual sociedade / Mais um João Pedro se foi nessa falsa liberdade”, rimam os vocalistas do grupo, com indignação, ao expor contradições sociais nos versos de Topo do mundo.
Capa do single ‘Topo do mundo’, da banda Afrocidade
Gabriela Palha com arte de Raphael Brito
A banda Afrocidade é formada por Eric Mazzone (voz, bateria e direção musical), José Macedo (voz), Fernanda Maia (voz e percussão), Rafael Lima (percussão), Marley Lima (baixo), Sulivan Nunes (teclado), Fal Silva (Guitarra) e a dupla de bailarinos Ghuto Cabral e Deivite Marcel.
A big band já tem EPs – como Cabeça de tambor (2016) e Afrocidade na pista (2021) – em discografia que somente agora ganha um álbum com a edição de Vivão.