Acordo comercial com a China ainda é ‘possível’, diz Trump


Novas tarifas norte-americanas contra produtos chineses devem entrar em vigor a partir de sexta-feira (10). O presidente americano Donald Trump disse nesta quinta-feira (9) que recebeu uma “linda carta” de seu colega chinês Xi Jinping e que ainda há possibilidade de salvar as negociações comerciais.
Com aumento de tarifas próximo, China pede meio-termo com EUA e nega retrocesso
“É possível fazer isso”, afirmou Trump à Imprensa na Casa Branca, horas antes de as duas maiores economias do mundo recomeçarem a as negociações comerciais, que estão à beira do colapso.
“Eu recebi ontem à noite uma carta muito linda do presidente Xi. Vamos trabalhar juntos e ver se nós conseguimos fazer alguma coisa”, afirmou.
Alguns analistas já questionam se disputa tecnológica configura uma nova Guerra Fria, desta vez entre EUA e China
Getty
Ele acrescentou que ele e Xi devem se falar por telefone mais tarde.
Contudo, novas tarifas americanas contra produtos chineses devem entrar em vigor à meia-noite, e Pequim prometeu adotar represálias.
Guerra comercial: entenda a tensão entre EUA e outras potências
Quem paga as tarifas de importação impostas por Trump? ENTENDA
Mas Trump insistiu que as tarifas são boas para a economia dos Estados Unidos, mesmo se aumentarem os preços para as empresas e os consumidores. “Sou diferente de muita gente. Eu acho que as tarifas são muito poderosas para nosso país”, afirmou.
Wall Street reagiu positivamente à notícia de que Washington e Pequim renovarão o contato.